Show simple item record

dc.contributor.authorOliva, Diego Colettipt_BR
dc.contributor.otherSilva, Angelo José dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologiapt_BR
dc.date.accessioned2020-03-04T13:49:47Z
dc.date.available2020-03-04T13:49:47Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/30261
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Angelo José da Silvapt_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduação em Sociologia. Defesa: Curitiba, 06/03/2013pt_BR
dc.descriptionBibliografia : fls. 141-147pt_BR
dc.description.abstractResumo: Essa dissertação de mestrado em Sociologia é fruto da pesquisa realizada entre os anos de 2011 e 2012 junto aos operadores do Centro Integrado de Monitoramento Eletrônico de Curitiba, responsáveis pela operação do sistema de videomonitoramento urbano da região central da capital paranaense, analisando a própria forma como a vigilância é exercida na cidade. Mais do que fazer críticas ou apologias à implantação da vigilância eletrônica em espaços públicos, o objetivo desta pesquisa, é analisar qualitativamente as condições em que o poder do olhar é exercido e diferenciar o potencial de controle e efetividade do videomonitoramento urbano com a realidade de seu exercício cotidiano. Para isso foram empreendidas diferentes técnicas de coleta e análise de dados, apoiadas sobre um referencial teórico que permitiu a interpretação dos discursos e das relações de poder envolvidos nessa questão, permitindo assim que importantes articulações entre vigilância e segregação social fossem levantadas, que o determinismo tecnológico dos sistemas eletrônicos de segurança fosse questionado e que fossem apontadas novas perspectivas sobre a posição ambígua dos operadores do sistema, ao mesmo tempo empoderados e oprimidos pelo controle do mesmo.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This dissertation in Sociology is the result of the research conducted between the years 2011 and 2012 with the operators of the Centro Integrado de Monitoramento Eletrônico de Curitiba, responsible for the operation of the video surveillance system in downtown Curitiba, analyzing the way surveillance is carried out in the city. Rather than make an apology or critics to the deployment of electronic surveillance in public spaces, the goal of this research is to analyze qualitatively the conditions under which the power of the gaze is exercised and differentiate the potential and effectiveness of control of urban video surveillance with the reality of its daily exercise. For that different techniques data collect and analysis were used, supported on a theoretical framework that allowed the interpretation of discourses and power relations involved in this issue, thus allowing important links between surveillance and social segregation to be raised, technological determinism of electronic security systems to be questioned and pointing to new insights into the ambiguous position of the operators of the system, at the same time empowered and oppressed by its control.pt_BR
dc.format.extent147f. [algumas color.], grafs, maps.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Sociologiapt_BR
dc.subjectSegurança publicapt_BR
dc.subjectEspaços publicospt_BR
dc.subjectGuardas de vigilanciapt_BR
dc.subjectCriminologiapt_BR
dc.subjectSociologiapt_BR
dc.titleEntre olhos eletrônicos e olhares humanospt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record