Show simple item record

dc.contributor.authorPedroso, Juliana da Rochapt_BR
dc.contributor.otherOliveira, Jair, 1957-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Parana. Setor de Artes, Comunicação e Design. Programa de Pós-Graduação em Comunicaçãopt_BR
dc.date.accessioned2018-03-21T14:20:23Z
dc.date.available2018-03-21T14:20:23Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/29940
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Jair Antonio de Oliveirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Defesa: Curitiba,06/03/2013pt_BR
dc.descriptionBibliografia: fls. 104-108pt_BR
dc.description.abstractResumo: Em razão de o meio ambiente ser um assunto de relevância e tendo em vista que o jornalismo ajuda a construir formas de pensar e agir, o presente trabalho se dedica a investigar o discurso jornalístico. Optando pela mídia de revista, analisou-se quais estratégias são investidas pela revista Planeta para levar informações e conhecimentos aos seus leitores, com o intuito de compreender como o meio ambiente é comunicado. Esta pesquisa utiliza a pragmática, contextualizando-a como uma perspectiva em relação ao uso da linguagem no jornalismo para realização do estudo. O objetivo geral foi verificar quais conteúdos sobre o meio ambiente são oferecidos e como são proporcionados ao público de diálogo da revista. Para a constituição do corpus, foi selecionada uma amostra de 12 edições durante o ano de 2011, a fim de examinar os conteúdos publicados na seção 'Ambiente'. Seguindo a perspectiva teórica de Jacob Mey, a análise foi realizada com base no Princípio da Cooperação e Teoria da Polidez. Os resultados revelam que a maneira indireta é a estratégia encontrada pela revista para comunicar e interagir com o seu público sobre as questões do meio ambiente, com vistas de que estes possam re(pensar) atitudes e comportamentos adotados em relação a preservação do meio em que vivem.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Because the environment is an issue of relevance and a view that journalism helps build ways of thinking and acting, this work is dedicated to investigate the journalistic discourse. Opting for magazine media, analyzed which strategies are invested by Planet magazine to bring information and knowledge to its partners in order to understand how the environment is communicated. This research uses the pragmatic, contextualizing it as a perspective on the use of language in journalism. The overall goal was to verify that content on the environment are offered and how they are provided to the public dialog magazine. To make up the corpus, we selected a sample of 12 issues during the year 2011, in order to examine the contents published in the 'Environment'. Following the theoretical perspective of Jacob Mey, the analysis was performed based on the Principle of Cooperation and Theory of Politeness. The results show that the strategy is indirectly found the magazine to communicate and interact with their public on issues of the environment, in order that they can re(thinking) attitudes and behaviors adopted regarding the preservation of the they live.pt_BR
dc.format.extent115f. : il. [algumas color.], grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectDissertações - Comunicaçãopt_BR
dc.subjectJornalismopt_BR
dc.subjectPragmaticapt_BR
dc.subjectMeio ambientept_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.subjectComunicação de massa e meio ambientept_BR
dc.subjectComunicaçãopt_BR
dc.titleO discurso jornalístico do meio ambiente pela lente da pragmáticapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record