Show simple item record

dc.contributor.advisorCestari, Marta Margarete, 1959-pt_BR
dc.contributor.authorCipriano, Roger Raupppt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Genéticapt_BR
dc.date.accessioned2019-04-12T21:14:57Z
dc.date.available2019-04-12T21:14:57Z
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/2939
dc.descriptionOrientadora : Marta Margarete Cestaript_BR
dc.descriptionDissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Biológicas, Programa de Pós-Graduaçao em Genética. Defesa: Curitiba, 2005pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.description.abstractResumo: A citogenética dos Actinopterygii é bem estudada quando comparada a outras classes de peixes. A favor deste conhecimento está a grande abundância destes animais em ambientes dulciaqüícolas e marinhos, com cerca de 23.681 espécies. No auxílio da ampliação de dados citotaxonomico e evolutivo foram estudadas cinco espécies de três ordens diferentes deste grupo de animais. Entre os Perciformes foram analisados Eucinostomus argenteus e Diapterus rhombeus, os Mugiliformes foram representados por Mugil curema, e os Beloniformes com as espécies Strongylura timucu e S. marina. Com exceção de M. curema, que apresentou um número diplóide com 28 cromossomos (20M + 4ST + 4A; NF = 52) as outras espécies apresentaram um número diplóide igual a 48. E. argenteus e D. rhombeus apresentaram 2n = 48 e NF = 48. Estas duas espécies, mais M. curema, apresentaram um padrão de distribuição de heterocromatina a região pericentromérica de todos os cromossomos, igual padrão foi obtido quando submetidos ao tratamento com a AluI. Os Beloniformes estudados apresentaram uma maior diversidade cariotípica. S. timucu mostrou um complemento com 2n = 48 (10M + 2SM + 36A; NF = 60). A distribuição da heterocromatina se mostrou em blocos pericentroméricos de cromossomos M e A, e proximais em cromossomos SM. S. marina apresentou 4M e 44A (NF = 52), sendo o primeiro par de cromossomos metacêntricos heterocromático em três terços do seu comprimento. Em ambas as espécies a AluI produziu marcações semelhantes as bandas C em quase todos os cromossomos, demonstrando a existência de diferentes heterocromatinas. As marcações de regiões organizadoras de nucléolos apresentaram-se simples em todas as espécies, com um heteromorfismo de tamanho em S. timucu e S. marina. Em todas as espécies foram visualizados blocos fluorescentes coincidentes com as marcações obtidas pela Ag-RON quando tratados com CMA3 e FISH com sonda 18S. Numa visão evolutiva, as espécies S. timucu, S. marina e M. curema apresentam cariótipos derivados, provavelmente originados por fusões cêntricas e inversões pericentricas e E. argenteus e D. rhombeus apresentam cariótipos basais, com 2n = 48, características que podem estar relacionadas com suas estruturas populacionais e formas de dispersãopt_BR
dc.description.abstractAbstract: The citogenetic of the Actinopterygii is well developed when compared to other classes of fishes. One thing that contributed to this knowledge is the great number of these animals in fresh and salt water environments, adding approximately 23.681 species. To help the growth of the citotaxonomic and elovution data we studied five species of three different orders of this group of animals. In the Perciformes, we analyzed the Eucinostomus argenteus and the Diapterus rhombeus, the Mugiliformes were represented by the Mugil curema, and the Beloniformes by the Strongylura timucu and the S. marina species. With the exception of the M. curema, that presented the diploid number with 28 chromosomes (20M + 4ST + 4A; NF = 52) the other species presented a diploid number of 48. The E. argenteus and the D. curema presented 2n = 48 and NF = 48. These two species, and the M. curema, presented a pattern of distribution of heterochromatin in the region pericentromeric of all chromosomes, the same pattern being obtained when submitted to treatment with Alul. The Beloniformes studied presented a bigger karyotypic diversity. S. timucu showed a complement with 2n + 48 (10M + 2SM + 36A; NF = 60). The distribution of the heterochromatin showed itself in pericentromeric blocs of M and A chromosomes, and proximals in chromosomes SM. S. marina presented 4M and 44A (NF = 52), being the first pair of metacentrics heterochromatic chromosomes in three thirds of its . In both species the Alul produced that looked like the C bands in almost all chromosomes, showing the existence of different heterochromatins. The marks of nucleolar organizer regions were simple in every specie, with a size heteromorphism in the S. timucu and the S. marina. In every specie were visualized fluorescent blocs that matched the marks obtained by the Ag-RON when treated with CMA3 and FISH with probe 18S. In an evolutive vision, the species S. timucu, S. marina and M. curema presented derivated karyotypes, probably originated by centric fusions and pericentrics inversions and E. argenteus and D. rhombeus presented basal karyotypes, with 2n = 48, characteristics that can be related with their populational structures and forms of dispersion.pt_BR
dc.format.extent102f. : il. algumas color., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectGeneticapt_BR
dc.subjectCitogeneticapt_BR
dc.subjectTeleosteos - Paranaguá, Baia de (PR)pt_BR
dc.titleEstudos citogenéticos em teleósteos marinhos pertencentes a Baía de Paranaguá - Paraná, Brasilpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record