Show simple item record

dc.contributor.advisorGalvão, Franklin, 1952-pt_BR
dc.contributor.authorSchorn, Lauri Amandiopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2012-12-11T16:53:49Z
dc.date.available2012-12-11T16:53:49Z
dc.date.issued2012-12-11
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/28877
dc.description.abstractEste trabalho se refere ao estudo da composição florística e estrutural das espécies arbóreas da Floresta Ombrófila Densa Montana no Estado do Paraná. O estudo foi desenvolvido na área de Proteção de Guaricana, pertencente à Companhia Paranaense de Energia (COPEL), localizada nos municípios de Morretes e São José dos Pinhais, em três unidades de solo (Cambissolo-Álico A moderado textura argilosa fase relevo montanhoso, Litólico A proeminente textura média fase pedregosa relevo escarpado, Gley Pouco Humico Álico, textura média fase relevo plano). Em cada unidade edáfica levantou-se 34 amostras de 10 m x 30 m distribuídas aleatoriamente. Foram analisados em cada uma das unidades, os seguintes parâmetros: densidade, frequência, dominância, índice de sociabilidade, valor de cobertura, valor de importância, posição sociológica, regeneração natural, distribuição diamétrica da densidade e da área basal, e índice de similaridade entre as unidades. Foram encontradas no Cambissolo, 66 espécies arbóreas, 48 gêneros e 30 famílias, no Gley 58 espécies arbóreas, 46 gêneros e 28 famílias, e no Litólico 62 espécies arbóreas, 51 gêneros e 31 famílias. A heterogeneidade florística nas unidades é relativamente alta, sendo maior no Cambissolo e menor no Gley. Constatou-se que poucas espécies ocorrem exclusivamente em determinada unidade de solo, mas a maioria apresenta características estruturais diferentes em função do solo onde a floresta se encontra. Em relação à área basal e número de árvores por hectare, no Cambissolo encontrou-se 614 árvores e 46.00 m2, no Gley 649 árvores e 27,50 m2 e no Litólico 530 árvores e 36.10 m2. A maioria das espécies nas três unidades edáficas não apresentou distribuição diamétrica regular. Na regeneração natural ocorreram 45.276 indivíduos/ha no Cambissolo, 33.808 indivíduos/ha no Gley e 40.454 indivíduos/ha no solo Litólico. As Espécies mais importantes, na estrutura horizontal da floresta foram, no Cambissolo, Alchornea triplinervia (Spreng) M.A., Ocotea teleiandra (Meis) Mez, Nectandra mollis Nees; no solo Gley, Nectandra mollis Nees, Syagrus romanzoffiana (Cham.) Glassman, Alsophylla phalerata Mart.; no solo Litólico Alchornea triplinervia (Spreng) M.A.; Cabralea canjerana (Vell.) Mart. E Leandra sp. A densidade por posição sociológica apresentou no Cambissolo e no Gley. mais indivíduos no estralo médio, enquanto no Litólico a distribuição foi decrescente do estrato inferior ao superior.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectComunidades vegetais - Paranápt_BR
dc.subjectVegetação - Classificação - Paranápt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleLevantamento floristico e analise estrutural em tres unidades edafica em uma floresta Ombrofila densa montana no estado do Paranapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record