Show simple item record

dc.contributor.advisorPellico Netto, Sylvio, 1941-pt_BR
dc.contributor.authorSilva, Jose de Arimateapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-05-21T17:24:09Z
dc.date.available2013-05-21T17:24:09Z
dc.date.issued2013-05-21
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/28760
dc.description.abstractResumo: O presente trabalho teve como objetivos: realizar uma análise quali-quantitativa da extração e do manejo dos recursos florestais da Amazônia brasileira, no período de 1600 a 1990; realizar uma análise do extrativismo de borracha na Floresta Estadual do Antimari, no estado do Acre; e desenvolver um sistema de inventário para seringais nativos. Distintos procedimentos metodológicos foram combinados e reunidos para obtenção dos resultados finais. Para o desenvolvimento do sistema de amostragem para seringal nativo foi utilizado o Processo de Amostragem Inteiramente Aleatória, em dois estágios: colocação de seringa, no primeiro estágio e estrada de seringa, no segundo estágio. Foram estimados os parâmetros: número de seringueiras por estrada (N), área basal das seringueiras da estrada (G) e volume da porção explorada do fuste (V). Procedeu-se na seqüência uma pós-estratificação, considerando-se estradas de centro e de margem, Os dados foram reprocessados pelo Processo de Amostragem Estratificada, procedendo-se então a uma comparação dos Processos de Amostragem Inteiramente Aleatória e Amostragem Estratificada, com base na eficiência relativa. Os principais resultados do inventário realizado na Floresta Estadual do Antimari revelaram as seguintes estimativas para as médias estratificadas: (vide summarium). As principais conclusões do trabalho foram: os recursos florestais tiveram a participação contínua e persistente no decorrer do processo histórico da região Amazônica; ao longo de 495 anos fizeram-se presentes nos projetos de conquista, de domínio e de expansão do espaço territorial; influíram de modo singular na formação da sociedade da região; constituíram-se no elemento precípuo da iniciação, do crescimento, do apogeu, da decadência, e da retomada da economia regional; e mais recentemente transformaram-se no foco central dos questionamentos sobre os modos de uso da terra na região em décadas recentes, e dos impactos ambientais negativos deles resultantes. A Amazônia teve cinco ciclos de produtos florestais predominantes, determinados como primeira aproximação: ciclo das especiarias ou drogas do sertão: de 1641-1700; ciclo do cacau: de 1701-1850; ciclo da borracha: de 1851-1930; ciclo de múltiplos produtos florestais: 1931-1970; ciclo da madeira: 1971-em diante. Um sistema de inventário para seringal nativo deve combinar informações do censo das colocações, um processo de amostragem estratificada e um método de amostragem cuja unidade de amostra é a estrada de seringa, portanto, uma unidade de tamanho variável, na qual 100% das seringueiras devem ser mensuradas para a obtenção das estimativas das médias do número de seringueiras, do volume explorado do fuste e da área basal. Uma política de manejo florestal a ser estabelecida para a Amazônia deve levar em conta três categorias de propriedades produtivas: a) áreas privadas, de grandes, médios e pequenos empreendimentos industriais, nas quais o próprio empreendedor executará o manejo, sob supervisão do Estado; b) o manejo de áreas públicas: Florestas Nacionais, Estaduais e Municipais, nas quais a execução deverá ser realizada em parceria do Estado com a iniciativa privada, sob supervisão e controle do primeiro, e c) Reservas Extrativistas, nas quais a implementação do manejo deverá ser feita diretamente por associações ou cooperativas dos próprios produtores, e com a supervisão do Estado e cooperação de organizações não governamentais.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectRecursos florestais - Amazônia (BR)pt_BR
dc.subjectProdutos florestais - Amazônia (BR)pt_BR
dc.subjectFloresta Estadual do Antimari (AC)pt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAnalise quali-quantitativa da extração e do manejo dos recursos florestais da Amazonia brasileirapt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record