Show simple item record

dc.contributor.advisorLenardt, Maria Helenapt_BR
dc.contributor.authorLourenço, Tânia Mariapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagempt_BR
dc.date.accessioned2018-06-13T18:10:12Z
dc.date.available2018-06-13T18:10:12Z
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26957
dc.descriptionOrientadora: Profª Drª Maria Helena Lenardtpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 13/12/2011pt_BR
dc.descriptionBibliografia: fls. 103-120pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Prática profissional de enfermagempt_BR
dc.description.abstractResumo: Trata-se de estudo quantitativo de corte transversal, que teve como objetivo investigar a capacidade funcional de idosos longevos ao ser admitido em unidades de internação hospitalar na cidade de Curitiba-PR. O estudo foi realizado em dois hospitais de ensino universitário, no período amostral entre janeiro a junho de 2011, com 116 idosos longevos. Os dados foram coletados nas próprias unidades de internação e por meio de três instrumentos: questionário socioeconômico e demográfico e do perfil clínico, Mini Exame do Estado Mental (MEEM) e Medida de Independência Funcional (MIF). Para o tratamento dos dados socioeconômicos e demográficos (variáveis quantitativas), foram realizadas análises descritivas com medidas de posição (média, mediana, mínima e máxima) e dispersão (desvio-padrão) e para as variáveis qualitativas foram efetivadas distribuição de frequência absoluta e percentual. Para comparação das variáveis socioeconômicas e demográficas e o perfil clínico em relação aos resultados da MIF, foi considerado o teste não-paramétrico de Kruskal- Wallis ou o teste não-paramétrico de Mann-Whitney. Os valores de p<0,05 foram considerados estatisticamente significativos. Os resultados mostram que a idade média dos idosos longevos foi de 82 (±2,8) anos, sendo que a faixa etária predominante foi entre 80 a 84 anos (79,3%), 65 (56%) são mulheres, 73 (62,9%) são viúvos e 61 (52,6%) tem o 1º a 4º serie incompletos. Quanto à funcionalidade, na avaliação da MIF motora a maioria dos idosos é independente para a realização das tarefas, porém para a MIF cognitiva uma parcela de idosos apresentam dependência mínima. Os idosos com maiores níveis de escolaridade apresentaram melhores valores para a MIF, com significância estatística (MIFm p=0,019; MIFc p<0,001 e MIFt p=0,002). As comorbidades que apresentaram significância estatística foram anemia, ansiedade/ depressão e osteoporose para todos os domínios da MIF; insônia e problemas de coluna para os domínios motor e total e os problemas cardíacos apenas para o domínio cognitivo. As variáveis realizar atividade física e hábito de leitura foram significativas estatisticamente para todos os domínios da MIF; queda e dificuldade de deambulação apresentaram significância estatística para os domínios motor e total da MIF e manter o hábito de visitar parentes foi significativo estatisticamente para o domínio cognitivo. O estudo permite inferir que escolaridade, comorbidades, história de quedas e dificuldades para deambulação foram às variáveis mais influentes para a manutenção da funcionalidade dos idosos longevos. Para a prática de enfermagem gerontológica estas informações são valiosas para adequar o cuidado já no momento da admissão hospitalar. Diagnosticar precocemente os riscos para incapacidade traz a possibilidade de planejar intervenções, com vistas à autonomia e redução da dependência do idoso longevo.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: It's related to quantity of studying of transversal cut, that had the objective to investigate the functional capacity of elderly in being admitted in hospital units in Curitiba city Pr. The studying was taken place in two hospitals of teaching university, in the period of January to June of 2011, with 116 elderly people. The data were collected in the units of internation and through three instruments: socioeconomic and demographic questionary and clinical profile; Mini Exam of Mental State (MEMS) and Functional Independence Measurement (FIM). To the treatment of the socioeconomic and demographic data (quantity variations), were made descritive analizes with positional measurement of position (medium, median, minimum, maximum) and dispersation (partten-diversion) and to quantity variations were made distribution of absolute and percentual frequency. To comparation of socioeconomic and demographic variaton and clinical profile in relation to the results of (FIM), was considerated the test non-parametrical of Kruskal-Walls or the non-parametrical Mann- Whiteney. The values of p<0,005 were considerated static meaningful. The result show that the avarage age of elderly was of 82, being predominant between 80 to 84 years (79,3%), 65(56%) are women, 73(62,9%) are windons, and 61(52,6%) have the 1st and 4th grade school incomplete. In relation to functionality in the avaliation of FIM phisical the majority of elderly people are independent to make activities, although to FIM cognitive one amount of elderly people are present minimum dependence. The elderly with high level of school present best values to FIM, with meaningful static (FIMm p=0,019; FIMc p<0,0001 and FIMt p=0,002). The comorbidates that present meaningful static were anemia, anxiety/depresion and osteoporose to the all domain of FIM, insomnia and problems of spine to the motor domain and total and the cardiac problem only cognitive domain. The variations make phisical activities and reading habit were meaningful staticly to all domain of FIM, fall and difficult of deambulation show meaningful static to motor and total of FIM and keep the habit of visiting relatives was meaningful to cognitive domain. The studying allows infer that school comorbidatons, fall stories and difficult to deambulation were variations more influents to maintance of nursery gerontologic this information were valuable to suit the care in the moment of hospital admission. To make a dignosis beforehand the risks of incapacity bring the possibility of planing interventions, with sight to autonomy and reduction of elderly dependence.pt_BR
dc.format.extent133f. : il. ; grafs, tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectIdosospt_BR
dc.subjectLongevidadept_BR
dc.subjectEnfermagem geriátricapt_BR
dc.subjectEnfermagempt_BR
dc.titleCapacidade funcional do idoso longevo admitido em unidades de internação hospitalar na Cidade de Curitiba - PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record