Show simple item record

dc.contributor.advisorPissaia, Amir, 1946-pt_BR
dc.contributor.authorCarvalho, Denise Bruginski dept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Agronomiapt_BR
dc.date.accessioned2013-01-17T11:57:06Z
dc.date.available2013-01-17T11:57:06Z
dc.date.issued2013-01-17
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26561
dc.description.abstractO presente trabalho foi conduzido de junho de 2001 a maio de 2002, na Fazenda Agripastos, município de Palmeira/PR, em uma área de integração lavoura-pecuária e sistema de plantio direto em um Argissolo Vermelho Amarelo. O objetivo foi determinar a influência das adubações fosfatada e nitrogenada suplementar no cultivo do azevém (Lolium multiflorum) sob diferentes freqüências de uso da pastagem no rendimento da cultura subsequente de soja (Glycine max). Na fase preliminar do trabalho foram testados os seguintes tratamentos no azevém: doses de fósforo (0, 40, 80 e 120 kg de P2Os ha-1 na forma de superfosfato triplo), frequências de USo da pastagem (0, 1, 2, 3 e 4 entradas de animais na área) e adubação nitrogenada suplementar em cobertura após pastejo (45 kg ha-1 de N na forma de uréia). A massa de forragem foi utilizada como critério para determinação do momento de pastejo. Na fase experimental do trabalho foram instalados dois experimentos no delineamento de parcela subdividida, realizados para verificação do efeito da adubação fosfatada e freqüência de uso da pastagem e, da adubação nitrogenada suplementar e freqüência de uso da pastagem sobre a produtividade da soja. As variáveis analisadas nos experimentos foram: rendimento de grãos e seus componentes, partição de massa seca, índice de colheita aparente e características morfológicos da planta. Foram realizadas análises no solo para verificação de densidade aparente, porosidade total, pH, potássio, fósforo, matéria orgânica e saturação por bases. A adubação com N, P e K no azevém resultou em aumento da massa seca de forragem e as diferentes freqüências de uso da pastagem alteraram esse acúmulo. A utilização do azevém em quatro oportunidades de pastejo não comprometeu sua recuperação para formação de palhada para o plantio direto. O azevém adubado com N, P e K e submetido ao pastejo produziu mais massa de forragem do que o azevém não pastejado e sem adubação. A adubação fosfatada e o pastejo no azevém não alteraram o rendimento da soja, para solo com nível alto do elemento no solo. A adubação em cobertura no azevém com 135 kg ha-1 de N aumentou o rendimento de soja nas áreas de freqüência de uso da pastagem 0, 1, 2 e 3, em comparação com a dose de 90 kg ha-1 de N. O pisoteio dos animais em pastejo controlado não proporcionou compactação do solopt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectPlantio diretopt_BR
dc.subjectFertilizantes nitrogenadospt_BR
dc.subjectFertilizantes fosfatadospt_BR
dc.subjectSoja - Adubos e fertilizantespt_BR
dc.subjectSistemas agricolaspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleRendimento de soja em plantio direto sucedendo a pastagem de azevém sob efeito de freqüencia de uso e adubaçao fosfatada e nitrogenadapt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record