Show simple item record

dc.contributor.advisorDedecek, Renato Antôniopt_BR
dc.contributor.authorGaertner, Carlospt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Ciencia do Solopt_BR
dc.date.accessioned2012-01-18T10:31:47Z
dc.date.available2012-01-18T10:31:47Z
dc.date.issued2012-01-18
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26548
dc.description.abstractPara a maioria dos solos, a erosão causa redução na produtividade das culturas, consequentemente aumento nos custos de produção. Medir e associar quais os parâmetros que mais influenciam na produtividade é o desafio para o planejamento de futuras safras. Com objetivo de verificar quais as características que mais influenciam na produtividade, instalou-se um experimento a campo, em Latossolo Vermelho-Escuro, localizado nos Campos Gerais do Paraná - Ponta Grossa - em área que há 17 anos haviam sido monitoradas as perdas de solo por erosão. Estabeleceu-se ao lado deste, os tratamentos de simulação de erosão, em parcelas onde se removeu 0, 3, 6 e 14 cm; procedeu-se a correção da fertilidade com base no tratamento de menor fertilidade e a implantação da cultura do trigo no inverno de 1995 e da soja no verão de 1995/6. Avaliou-se, nas culturas do trigo e da soja a altura de planta, massa seca de parte aérea, grãos, palha e raízes. No trigo também determinou-se o peso hectolítrico. Do solo determinou-se a densidade do solo e de partículas, porosidades total e de aeração, condutividade hidráulica saturada, capacidade de retenção de água e as propriedades químicas. A produtividade do trigo foi pouco influenciada pela remoção de até 6 cm da superfície do solo. Efeitos mais pronunciados, contudo, foram observados quando retirou-se o horizonte Ap (14 cm), cm a redução de 140 Kg/ha (13 %) na produção de grãos, enquanto que na erosão natural a queda no rendimento foi de 694 Kg/ha (33,4 %) quando esta retirou 6 cm do Ap. A produtividade da soja diminuiu 888 Kg/ha (27,5 %) com a remoção de 6 cm e na erosão natural a redução equivalente foi de 1206,5 Kg/ha (36,3 %), mostrando-se mais sensível ao processo erosivo no solo avaliado. Observou-se que a simulação mostrou resultados semelhantes aos do processo natural de erosão, porém os efeitos foram mais severos na produtividade da soja, que foi mais influenciada do que o trigo com a de retirada de 6 cm da camada superficial do solo. As variações das características químicas, principalmente CTC e Ca + Mg, tiveram grande influência para a cultura da sojapt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectSolos - Erosãopt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleErosão natural e simulada e produtividade em latossolo vermelho escuropt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record