Show simple item record

dc.contributor.advisorRibeiro, Ciro Alberto de Oliveira, 1960-pt_BR
dc.contributor.authorOsório, Flávio Henrique Tincanipt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Ecologia e Conservaçaopt_BR
dc.date.accessioned2012-01-16T08:03:37Z
dc.date.available2012-01-16T08:03:37Z
dc.date.issued2012-01-16
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26506
dc.description.abstractResumo: O rio Tubarão nasce na encosta da Serra Geral Catarinense pela confluência dos rios Rocinha e Bonito no município de Lauro Muller. Sua bacia hidrográfica é a maior do estado de Santa Catarina e apresenta uma área de drenagem de 5.923 km2. Apesar de sua grande extensão e importância, a qualidade de suas águas superficiais apresentase afetada principalmente pela mineração do carvão mineral, pela atividade agropecuária e pela falta de coleta e tratamento de efluentes urbanos e industriais ao longo do trajeto do rio. Para avaliar estas condições, o uso de biomarcadores de contaminação ambiental revela-se uma ferramenta importante de monitoramento, pois mostra os efeitos de contaminantes sobre os organismos vivos. Assim sendo, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade da água em quatro localidades do rio Tubarão, Braço do Norte (B.N), Tubarão (T), Capivari de Baixo (C.B) e Laguna (L), através de biomarcadores de contaminação ambiental em peixes da espécie Geophagus brasiliensis. Para isto foram realizadas duas coletas, a primeira em dezembro/09, referente à época de seca do rio, e a segunda em junho/10, referente à época de cheia. Foram coletadas e congeladas em nitrogênio líquido amostras de fígado para a nálise da atividade enzimática da Glutationa S-transferase (GST) e para a quantificação da Glutationa Reduzida (GSH), Lipoperoxidação (LPO) e Carbonilação Proteíca (PCO), e de músculo e cérebro para a análise da atividade enzimática da Acetilcolinesterase (AChE). O sangue dos animais foi coletado e mantido em soro bovino fetal para a realização do Ensaio Cometa. Quanto a histopatologia, parte do fígado foi fixado em ALFAC para análise em microscopia de luz e o segundo arco branquial esquerdo foi fixado em tampão glutaraldeído-cacodilato para avaliação em microscopia eletrônica de varredura. Os danos referente aos processos oxidativos foram identificados na segunda coleta (jun/10). No ponto B.N verificou-se um aumento da PCO e Ensaio Cometa. T apresentou um aumento da atividade da GST. Em C.B houve aumento da LPO e L também apresentou elevação do Ensaio Cometa. As análises de neurotoxicidade indicaram inibição da AChE muscular para todos os pontos da primeira coleta (dez/09) e também para o ponto C.B na segunda coleta (jun/10). Referente à histopatologia não foi possível identificar diferenças significativas entre as coletas, contudo diversas lesões importantes foram descritas e relacionadas à fontes impactantes. As respostas obtidas pelos biomarcadores poderão contribuir para gerar um conjunto de dados que venham a auxiliar no monitoramento da qualidade da água do rio Tubarão.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectAgua - Qualidadept_BR
dc.subjectMarcadores biologicospt_BR
dc.titleAvaliação da qualidade da água do Rio Tubarão através de Biomarcadores em Geophagus Brasilienses (Quoy e Gaimard, 1824)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record