Show simple item record

dc.contributor.advisorRibeiro-Costa, Cibele Stramare, 1962-pt_BR
dc.contributor.authorViana, Jéssica Herzog Vianapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Ciencias Biológicas (Entomologia)pt_BR
dc.date.accessioned2011-08-23T14:20:36Z
dc.date.available2011-08-23T14:20:36Z
dc.date.issued2011-08-23
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25994
dc.description.abstractResumo: Senna neglecta (Vogel) H. S. Irwin & Barneby ocorre nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil, em campos, vegetação secundária, borda e interior de mata. É uma planta estudada para uso em paisagismo, recuperação de áreas degradadas e produção de fármacos antimicrobiais. Um estudo taxonômico foi realizado com as espécies de Bruchinae (Chrysomelidae: Coleoptera) associadas à esta planta a partir de caracteres morfológicos do exoesqueleto e genitália masculina e feminina. Após levantamento de dados constatou-se que este é o primeiro registro de bruquíneos associados às sementes desta planta. As seis espécies encontradas pertencem a duas tribos, Amblycerini e Bruchini e três gêneros, Amblycerus Thunberg, 1815, Acanthoscelides Schilsky, 1905 e Sennius Bridwell, 1946, sendo este último com o maior número de espécies associadas a essa planta. Foram reconhecidas as espécies Amblycerus hoffmanseggi Gyllenhal, 1833, Acanthoscelides sp. nov., Sennius bondari (Pic, 1929), Sennius nappi Ribeiro-Costa & Reynaud, 1998 e mais duas espécies novas de Sennius. Como S. bondari e S. nappi pertencem ao grupo abbreviatus de Sennius, também foram revisadas as espécies deste grupo, o qual foi estabelecido com sete espécies e mais uma adicionada posteriormente. Após estudo taxonômico das espécies associadas à Senna neglecta e a revisão do grupo abbreviatus, mais seis espécies foram alocadas nesse agrupamento, totalizando 14 espécies com distribuição principalmente na América do Sul. Das 14 espécies, duas são novas, Sennius sp. nov. A (Pernambuco, Brasil) e Sennius sp. nov. B (São Paulo, Brasil). São designados o lectótipo e paralectótipo de S. lebasi (Fähraeus, 1839) e o lectótipo de S. transversesignatus (Fähraeus, 1839). São apresentadas chaves dicotômicas para as espécies de bruquíneos associadas à Senna neglecta e para as espécies de Sennius do grupo abbreviatus, além de descrições, redescrições, diagnoses e ilustrações dos caracteres informativos, com o esclerito da bursa da genitália feminina descrito e ilustrado pela primeira vez nos gêneros. São adicionados novos registros de plantas hospedeiras para duas espécies e novos registros de distribuição geográfica para seis espécies.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectCrisomelideopt_BR
dc.subjectColeopteropt_BR
dc.subjectLeguminosapt_BR
dc.subjectCesalpinaceapt_BR
dc.titleTaxonomia dos bruquíneos associados à Senna Neglecta (Vogel) H. S. Irwin e Barneby (Fabaceae: Caesalpinioideae), com revisão do grupo Abbreviatus de Sennis Bridwell (Coleoptera, Chrsomelidae, Bruchinae)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record