Show simple item record

dc.contributor.authorDrago, Isabelapt_BR
dc.contributor.otherSilva, Helena de Fatima Nunes, 1956-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informaçãopt_BR
dc.date.accessioned2012-10-10T16:52:23Z
dc.date.available2012-10-10T16:52:23Z
dc.date.issued2012-10-10
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25895
dc.description.abstractResumo: Pesquisa descritiva sobre as contribuições do Movimento Nós Podemos Paraná para a criação e o compartilhamento de conhecimentos. Caracteriza, a partir de levantamento documental, a metodologia do Movimento Nós Podemos Paraná, apresentando os papeis e a importância de cada etapa que compõe o Movimento: Núcleo Gestor, Círculos de Diálogo, Círculos de Conhecimento, Núcleos Locais de Trabalho e Grupos de Projetos. Analisa os Círculos de Diálogo e a constituição dos Núcleos Locais de Trabalho. Para tal, foram feitas observações simples e aplicação de questionário junto aos facilitadores responsáveis pela realização dos Círculos de Diálogo. Aponta, a partir de entrevistas com o coordenador e quatro participantes do Núcleo Local de Trabalho dos Campos Gerais, em Ponta Grossa, os facilitadores e as barreiras para o compartilhamento de conhecimentos nos Círculos de Diálogo e nos Núcleos Locais de Trabalho; as contribuições dos Círculos de Conhecimento na realização de projetos do Núcleo; e se o Núcleo Local de Trabalho se constitui em comunidade de prática. Correlaciona as fases de criação do conhecimento com as atividades desenvolvidas pelo Núcleo e verifica que existe discussão de ideias para a estruturação e justificação de um projeto, as decisões são tomadas por meio de votação, apesar das diferenças de perfis, existe forte sentimento de cooperação entre os membros do Núcleo, porém há a necessidade de potencializar, fora das reuniões, a difusão do conhecimento. Constata a presença dos capacitores no Núcleo, pois ocorreu a formação de micro comunidades; a dinâmica de funcionamento do Núcleo está embasada no diálogo; o coordenador é engajado e comprometido; o ambiente das reuniões é propício ao compartilhamento; a globalização do conhecimento ocorre por meio dos projetos elaborados e dos registros das memórias de reuniões (prática atualmente em desuso). Identifica como facilitadores para o compartilhamento: troca de conhecimento tácito; ambiente propício ao compartilhamento; membros se sentem confortáveis em participar; objetivo claro e comum; linguagem comum entre os participantes; atmosfera de confiança entre os participantes; camaradagem e amizade; momentos de informalidade. Quanto às barreiras nenhuma foi verificada. Conclui que, de acordo com a pesquisa, o Núcleo estudado pode ser considerado uma comunidade de prática, estando, atualmente, na fase de Maturidade, pois seus membros engajam-se e desenvolvem uma prática. Existem atividades comuns, os membros criam projetos, renovando, assim, os interesses, o comprometimento e o relacionamento. O Núcleo já é reconhecido pelo resultado positivo que seus projetos apresentam, sendo identificado por várias pessoas e instituições da região como referência na elaboração de projetos.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectGestão do conhecimentopt_BR
dc.subjectAprendizagem organizacionalpt_BR
dc.subjectDesenvolvimento organizacionalpt_BR
dc.titleContribuições do movimento Nós Podemos Paraná para criação e compartilhamento de conhecimentos dos núcleos locais de trabalho.pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record