Show simple item record

dc.contributor.advisorRosa Filho, Ernani Francisco da, 1952-pt_BR
dc.contributor.authorVargas Flórez, Williampt_BR
dc.contributor.otherBittencourt, André Virmond Limapt_BR
dc.contributor.otherMantovani, Luiz Eduardo, 1952-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geologiapt_BR
dc.date.accessioned2021-07-15T16:31:44Z
dc.date.available2021-07-15T16:31:44Z
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/2581
dc.descriptionOrientador: Ernani Francisco da Rosa Filhopt_BR
dc.descriptionCo-oreintadores: André Virmond Lima Bittencourt e Luiz Eduardo Mantovanipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa: Curitiba, 2005pt_BR
dc.descriptionInclui bibliografiapt_BR
dc.descriptionÁrea de concentraçao: Geologia Ambientalpt_BR
dc.description.abstractResumo: Atualmente a tecnologia de orientação a objetos encontra-se bastante difundida e utilizada nas diversas organizações. O mesmo pode-se dizer dos principais modelos UML (Unified Modeling Language). Dentre esses modelos, destaca-se o modelo de casos de uso. Os casos de uso são, geralmente, criados nas fases iniciais do projeto e isso tornou possível a proposição de algumas métricas baseadas em casos de uso que possuem objetivos de se estimar o tamanho de um software. Essas métricas podem então ser utilizadas nas fases de planejamento para se estimar custo e cronograma. Por outro lado, os casos de uso têm sido explorados na atividade de teste, e algumas abordagens para derivar casos de teste a partir dos casos de uso foram propostas. A atividade de teste é uma etapa que geralmente custa caro e que impacta outras atividades do desenvolvimento, tais como manutenção. Estimar o esforço das atividades de teste, contribui para que sejam estabelecidos planos de teste. O presente trabalho tem como objetivo contribuir nessa direção, apresentando resultados de um experimento que relaciona métricas baseadas em casos de uso, dado pelo número de casos de teste gerados.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Nowadays, the object oriented technology is very known and used in most organizations. The same happens when we consider UML (Unified Modeling Language) models. Among those models it stands out the model of use cases. Use cases are usually created in the initial phases of the project and that fact turned possible the proposition of some metrics based on use cases. Those metrics have the goal of estimating the size of the software and can be used in the planning phases to estimate cost and schedule. On the other hand, the use cases have been explored in the testing activity and, some approaches to derive test cases from use cases were proposed. The test activity is usually very expensive and impacts other activities of the development, such as maintenance. To estimate the effort of the testing activity makes possible the establishment of test plans. The present work contributes in this direction, by presenting results of an experiment that evaluates the relationship between metrics based on use cases, given by the number of test cases generated.pt_BR
dc.format.extentxii, 88f. : il. color., mapas, grafs., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectHidrogeologia - Paranaguá (PR)pt_BR
dc.subjectAquiferospt_BR
dc.subjectValadares, Ilha dos (PR) - Paranaguá (PR)pt_BR
dc.subjectGeologiapt_BR
dc.titleCaracterização hidrogeológica da Ilha dos Valadares - Paranaguá, PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record