Show simple item record

dc.contributor.advisorMoreschi, João Carlospt_BR
dc.contributor.authorBortoletto Junior, Geraldopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2013-05-29T15:33:00Z
dc.date.available2013-05-29T15:33:00Z
dc.date.issued2013-05-29
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/25310
dc.description.abstractO presente trabalho teve por objetivo principal avaliar o efeito do fogo sobre a qualidade da madeira adulta de Pinus taeda L., de árvores atingidas por incêndio florestal, em diferentes níveis de queima, utilizando-se como referência madeira de árvores da mesma espécie, não atingidas pelo incêndio. Para a consecução deste objetivo foram definidos visualmente no campo quatro níveis de queima (I- queima superficial sem crestamento letal das copas, II - queima superficial com crestamento letal parcial das copas, III - consumo parcial das copas pelas chamas e IV - consumo total das copas pelas chamas), coletadas amostras de madeiras das árvores correspondentes a cada nível e também das árvores não atingidas pelo incêndio (testemunhas). A partir das amostras coletadas foram confeccionados corpos-de-prova de madeira e determinadas as suas propriedades físicas (massas específicas básica, seca e anidra; contrações tangencial, radial e volumétrica máximas, e anisotropia de contração máxima) e suas propriedades mecânicas (flexão estática; compressão paralela às fibras; compressão perpendicular às fibras, cisalhamento paralelo às fibras, fendilhamento e flexão dinâmica). A composição química da madeira (teor de extrativos solúveis em água fria, teor de materiais solúveis em NaOH a 1 %, teor de extrativos totais, teores de lignina e holocelulose) foi também determinada, mas somente para as amostras do nível de queima IV e testemunha. Através da análise dos resultados obtidos, não foram detectadas diferenças significativas para as propriedades físicas entre a madeira dos níveis de queima considerados e testemunha. Foram detectadas diferenças significativas entre a madeira do nível de queima IV e testemunha, para a compressão paralela (tensão máxima e tensão no limite proporcional), flexão estática (MOR e MOE) e flexão dinâmica. Entre a madeira do nível de queima III e a testemunha foram detectadas diferenças significativas para a compressão paralela (tensão máxima e tensão no limite proporcional) e para a propriedade de fendilhamento. Entre as madeiras dos níveis de queima II e I, e a testemunha, não foram detectadas diferenças significativas entre suas propriedades mecânicas, com exceção da propriedade de fendilhamento entre o nível de queima II e a testemunha. Foi detectada diferença significativa na composição química das madeiras, entre o nível de queima IV e testemunha, somente para o teor de extrativos solúveis em água fria. O efeito do fogo não ocasionou suficiente degradação química ou redução da resistência das madeiras deste estudo, que pudessem torná-las inaptas para os usos normais, exceto para fins de produção de polpa e papel, particularmente a partir das porções da árvore que tiveram carbonização na cascapt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectProdutos florestaispt_BR
dc.subjectMadeira - Pesquisapt_BR
dc.subjectPinus taedapt_BR
dc.subjectIncendios florestais - Prevenção e controlept_BR
dc.subjectIncendios florestaispt_BR
dc.subjectMadeira - Qualidadept_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleEstudo da qualidade da madeira de Pinus taeda L. proveniente de arvores adultas atingidas por incendio florestalpt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record