Show simple item record

dc.contributor.authorEdmundo, Eliana Santiago Gonçalvespt_BR
dc.contributor.otherJordao, Clarissa Menezespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Humanas, Letras e Artes. Programa de Pós-Graduaçao em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2011-01-03T09:51:45Z
dc.date.available2011-01-03T09:51:45Z
dc.date.issued2011-01-03
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24961
dc.description.abstractResumo: O principal objetivo dessa pesquisa é investigar o ensino de Língua Inglesa na educação básica sob a perspectiva do letramento crítico, analisando de que maneira os pressupostos teóricos dessa abordagem materializam-se no trabalho do professor em sala de aula. A proposta envolveu a construção de dados nas aulas de Inglês de uma turma de 8ª série do ensino fundamental de um colégio da rede pública do estado do Paraná, pelo período de um ano letivo. As atividades planejadas e desenvolvidas nas aulas em conjunto com o professor colaborador, durante todo o percurso de investigação, foram observadas e analisadas sob os princípios da etnografia (André, 1997, 1998; Bortoni-Ricardo, 2008; Clifford, 1986; Nunan, 1992; Wielewicki, 2001), com o intuito de responder as seguintes questões direcionadoras: (I) Como se caracteriza o ensino de LI sob a perspectiva do LC no espaço d educação formal investigado? (II) Quais são os efeitos do ensino de LI sob a perspectiva do LC? A partir de um arcabouço teórico embasado em concepções contemporâneas de linguagem, desenvolvido por teorias pósestruturalistas, o trabalho coloca em evidência a concepção de língua como discurso (Bakhtin, 1992, 1999; Foucault, 2002) e discute o letramento crítico como uma proposta de ensino que prioriza o entendimento de como os textos constroem o mundo e as nossas identidades, e de como os discursos operam nos espaços sociais e moldam a representação da realidade (Cervetti et al., 2001; Shor, 1997). A ‘leitura’ é vista como uma leitura crítica de mundo e não apenas de palavras (Freire & Macedo, 1987). Sendo assim, as categorias de análise para a interpretação dos dados considerou: a) a concepção de língua, e (b) a problematização dos textos. Tais características foram observadas em três momentos: (1) na seleção de conteúdos e materiais didáticos; (2) no tratamento dos conteúdos desenvolvidos em sala de aula, juntamente com (3) no processo de avaliação adotado. Diante das observações de aulas e demais instrumentos empregados para a construção e análise de dados, identifiquei que essa abordagem de ensino contribui para desenvolver o sentido de agência dos alunos, fundamentando-se na negociação de sentidos dos extos. Tais evidências foram percebidas por meio dos diferentes modos de produção de sentidos e de representação manifestadas pelos sujeitos pesquisados, não se limitando às formas linguísticas de significação. Os resultados da pesquisa podem provocar reflexões sobre o papel da língua inglesa no mundo globalizado, e da ação docente dos professores de Inglês em contextos de escola pública.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleO ensino de inglês na escola pública sob a perspectiva do letramento críticopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record