Show simple item record

dc.contributor.authorSilva, Julio Manoel França dapt_BR
dc.contributor.otherSantos, Leonardo José Cordeiropt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias da Terra. Programa de Pós-Graduaçao em Geografiapt_BR
dc.date.accessioned2013-11-14T12:48:19Z
dc.date.available2013-11-14T12:48:19Z
dc.date.issued2013-11-14
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24910
dc.description.abstractResumo: A geomorfologia é a ciência que estuda as formas de relevo, analisando e interpretando suas geometrias, gêneses e processos atuantes, bem como a interação dessas com os demais componentes do meio físico e atividades humanas. A cartografia aplicada à geomorfologia e aliada às geotecnologias, permite reunir aspectos do relevo obtidos em campo, gabinete ou laboratório, possibilitando a representação de informações de cunho científico ou a serem aplicadas em planejamentos físico-territoriais. Diferentes critérios são utilizados nos mapeamentos geomorfológicos realizados no mundo, e as ênfases nas pesquisas variam em função dos métodos adotados, objetos de estudo ou escalas de trabalho. Assim, apesar dos avanços verificados no decorrer dos anos e de uma quantidade considerável de trabalhos publicados, existe um grande potencial de pesquisa nesta área, possibilitando novas contribuições técnicas e metodológicas. Para o desenvolvimento da pesquisa utilizou-se como recorte espacial a bacia do rio Pequeno, localizada no município de Antonina-PR e inserida na Serra do Mar paranaense. É caracterizada por grande heterogeneidade geomorfológica, que de acordo com as características apresentadas pôde ser mapeada em seis níveis taxonômicos. O primeiro táxon corresponde à Unidade morfoestrutural (Cinturão Orogênico do Atlântico); o segundo táxon às Unidades morfoesculturais (Primeiro Planalto Paranaense e Serra do Mar aranaense); o terceiro táxon às Subunidades morfoesculturais (Planalto do Complexo Gnáissico-Migmatítico, Serra do Mar, Rampas de Pré-Serra e Planícies); o quarto táxon aos Padrões de relevo (Planalto Dissecado, Serras, Morros, Áreas coluviais e Planícies fluviais; o quinto táxon às Formas d relevo (relativos aos dados de nível de dissecação, tipos de vertentes, tipos de topos e tipos de valess); e o sexto táxon às Feições de depósitos fluviais, abrangendo a morfologia existente nas calhas fluviais ou nas planícies do rio Pequeno. Os depósitos de calha fluvial, cujo mapeamento relaciona feições apresentadas, posição no perfil longitudinal do rio Pequeno e aspectos pedológicos, correspondem às ilhas fluviais, barras de pontal, barras de atalho e meandros abandonados. Os depósitos de planície foram mapeados conforme feição apresentada, uso e cobertura e características pedológicas, e são relativos à planície de inundação, terraços fluviais, planície distal, sulcos e lagoas. Os produtos finais da pesquisa são relativos ao Mapa eomorfológico da Bacia do rio Pequeno, abrangendo até o quinto nível taxonômico, de escala 1: 25.000 (reduzida para 1: 45.000); e o Mapa de Depósitos Fluviais da bacia do rio Pequeno, correspondente ao sexto nível taxonômico, de escala 1: 10.000 (reduzida para 1: 18.500).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectGeomorfologiapt_BR
dc.subjectRelevopt_BR
dc.subjectCartografiapt_BR
dc.subjectBacias hidrograficaspt_BR
dc.titleCaracterização e mapeamento das unidades geomorfológicas da Bacia do Rio Pequeno, Antonina - PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record