Show simple item record

dc.contributor.authorLobo, Fernando Henrique Rodriguespt_BR
dc.contributor.otherTavares, Sérgio Fernando, 1960-pt_BR
dc.contributor.otherFreitas, Maria do Carmo Duartept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Programa de Pós-Graduaçao em Construçao Civilpt_BR
dc.date.accessioned2010-11-26T13:20:41Z
dc.date.available2010-11-26T13:20:41Z
dc.date.issued2010-11-26
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24855
dc.description.abstractResumo: A construção civil é uma atividade cuja atuação produz significativos impactos ambientais, utiliza cerca de 50 a 75% dos recursos naturais, quando considerado todo o ciclo de vida das edificações. Há grande participação de fontes fósseis no consumo de energia nas fases de construção, de uso e de demolição, contribuindo com as mudanças climáticas. Calcula-se que 30% das emissões globais de gases do efeito estufa sejam causadas pelas edificações. Por essa razão, adota-se como unidade de referência de sustentabilidade na construção civil as contribuições de CO2 eq até a conclusão da obra. Esta abordagem avalia a sustentabilidade sob um parâmetro específico e permite análise quantitativa. O objetivo geral é desenvolver uma metodologia de inventário de emissão equivalente de dióxido de carbono (CO2 eq) por meio da análise energética dos serviços de uma planilha de composição de serviços de obras. Entre as metodologias e abordagens pesquisadas, adotou-se uma análise energética até o 2.o nível energético da International Federation of Institutes for Advanced Study - IFIAS, elegendo Energia Embutida e a emissão de CO2 eq de uma edificação como unidade de análise. O inventário destes parâmetros se baseou nos quantitativos de uma edificação de tecnologia convencional do cenário brasileiro e na Planilha de Composição de Serviços da Secretaria de Estado de Obras Públicas do Estado do Paraná - SEOP. A principal contribuição deste trabalho consiste em demonstrar um método para calcular a Energia Embutida e as emissões de CO2 eq a partir da planilha de serviços de uma obra vinculando os dados de insumos de energia embutida e emissão de dióxido de carbono. No decorrer da pesquisa desenvolveu-se uma ferramenta na qual se simula os valores de Energia Embutida e emissões de CO2 eq de uma edificação até a conclusão da obra. Os resultados apresentaram que o modelo selecionado tem requisitos energéticos de 4,23 GJ/m² e emissões de 0,57 tCO2 eq/m². O trabalho colabora para o desenvolvimento de um banco de dados atento à realidade nacional aplicado a uma tabela de composição de serviços de obras públicas de referência regional.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectDioxido de carbonopt_BR
dc.subjectAnálise energéticapt_BR
dc.subjectEngenharia civilpt_BR
dc.subjectObras publicaspt_BR
dc.subjectConstrução civil - Aspectos ambientaispt_BR
dc.titleInventário de emissão equivalente de dióxido de carbono e energia embutida na composição de serviços em obras públicaspt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record