Show simple item record

dc.contributor.advisorHosokawa, R. T. (Roberto Tuyoshi), 1945-pt_BR
dc.contributor.authorFlor, Hildebrando de Mirandapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2014-11-20T11:48:41Z
dc.date.available2014-11-20T11:48:41Z
dc.date.issued1993pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24798
dc.descriptionOrientador: Roberto Tuyoshi Hosokawapt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Ciencias Agrariaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Manejo florestalpt_BR
dc.description.abstractA intenção deste estudo é analisar os aspectos, fitossociológicos e de índices de manejo, que ofereçam subsídios técnicos ao plano de manejo, da vegetação de savana localizada na Fazenda Água Limpa da Fundação Universidade de Brasília, a sudeste de Brasília, D.F. O objetivo primordial do estudo é descrever a vegetação de savana, esplanar sua estrutura e fornecer um levantamento detalhado flor1'tico-quantitativo. O propósito é oferecer informações acerca das diversidades das espécies, da dominância, da freqüência e densidade bem como descrever o porte e estratificação das árvores, valor de cobertura e de valor de importância de cada espécie e estima-se elementos de mensuração, que possibilitem tomadas de decisões de manejo. A área de estudo apresenta uma vegetação natural composta de mistura variável de pequenas árvores com outros vegetais que formam camadas coberturas de solo. Possui estação climática definida e uma flora de característica ampla composta de algumas plantas resistentes ao fogo. No local de estudo com 240.000 metros quadrados foram distribuídas 29 sub--amostras de 25 X 10 metros, ao acaso, para medição e anotação dos odados. Todos os indivíduos com diâmetro igual ou superior a 5 centímetros foram medidos, ao nível de 15 centímetros acima da superfície do solo, ou do nó vital. Foram registrados dados de diâmetro, altura e espessura de casca, por indivíduo. O estudo registrou dados de 758 indivíduos, pertencentes a 51 espécies, 40 gêneros e 30 famílias, amostradas. Pelo que o número de espécies acusa, esta savana é pobre em diversidade. A maioria das espécies incomuns torna-se sem importância, como componente da vegetação. A curva de relação entre números de espécies e de amostras apresenta inicialmente uma forte ascensão até as amostras 15 a 20, quando, então começa a nivelar ficando quase paralela ao eixo das abscissas. Isso mostra que o estudo de apenas 15 a 20 amostras poderá acusar as espécies mais freqüentes. O índice de diversidade de Shannon indica que a abundância relativa está sob influência da amostragem. No que tange à dispersão, vinte espécies pertencem ao padrão uniforme e vinte e duas ao agregado. Os fatores que mais afetam 6 agrupamento das espécies são a densidade e a freqüência. Há uma tendência definida por algumas árvores de várias espécies manterem-se distanciadas entre si. As distâncias intraespecíficas foram analisadas através de índice de dispersão. Na Fazenda Água Limpa 39,2% da totalidade das espécies estudadas foram de dispersão normal e 43,1% estão agrupadas. Foi observado dentre as árvores amostradas que há uma tendência de certas espécies ocorrerem em topo de elevação e outras estarem situadas em áreas de baixadas ou de encostas. As espécies de savana estudada estão dispersas também em distantes localidades de outros Estados. As famílias mais representadas, de conformidade com o maior número de espécies, foram: Leguminosae, Vochysiaceae, Apocynaceae, Melastomataceae, Erythroxylaceae, Guttiferae, Malpighiaceae, Ochnaceae, Sapotaceae e outras representadas por uma espécie. Com base na constância as espécies mais importantes foram: Dalbergia violácea, Sclerolobium paniculatum, Eremanthus glomerulatus, Pterodon pubescens, Byrsonima verbascifolia, Kielmeyera coriacea, Caryocar brasiliense, Dimorphandra moilis, Stryphnodendron adstringens, Ouratea hexasperma, Qualea parviflora, Palicourea rígida, Miconia pohliana e Ouratea hexasperma. A espécie de maior fidelidade é Machaerium acutifolium. Oito das dez espécies mais importantes na amostragem foram estudadas individualmente. Suas preponderâncias advêm de seus ajustes, alguns dos quais tem área basal bem maior dentre as espécies registradas na amostragem. A densidade total é 1.045 indivíduos por hectare. Outras das mais comuns e importantes espécies, em ordem decrescente de densidade relativa, são: Dalbergia violacea, Sclerolobium paniculatum, Ouratea acuminata, Ouratea hexasperma, Kielmeyera coriacea, Byrsonima verbascifolia e Pterodon pubescens. Somente 35% do total das espécies acusaram o valor de importância (VI) superior a 5,0%. As principais espécies são: Sclerolobium paniculatum, Dalbergia violacea, Ouratea hexasperma, Pterodon pubescens, Austroplenckia populnea, Kielmeyera coriacea, Caryocar brasiliense, Byrsonima verbascifolia, Ouratea acuminata, Qualea parviflora, Eremanthus qiomerulatus e Stryphnodendron adstringens. O incremento das espécies é pobre tornando as mudanças de classe de diâmetro muito lentas. Foram definidos, pelos componentes principais e a análise de grupo, aplicando o método de Ward, oito grupos principais de espécies de árvores. Devido à interação entre densidade e freqüência a influência sobre as espécies do grupo IV é mais significante. São as seguintes espécies no grupo: Davilia elíptica, Dimorphandra moilis, Eremanthus glomerulatus, Miconia pobliana, Palicourea rígida, Qualea grandiflora, Qualea parviflora, Stryphnodendron adstringens e Vochysia thyrsoidea. Este grupo é formado de indivíduos, cujo volume médio é quase o mesmo por espécie, e influenciado pela densidade e pela freqüência, demonstrando que a flora é heterogênea. O manejo silvicultural mais viável, para a comunidade vegetal da savana, é através de regeneração de corte raso por alto fuste e regeneração por brotação de talhadia. As regenerações, constituídas exclusivamente de talhadia, formam brotações de raízes decepadas e também de cepas brotadas, de árvores originárias de sementes ou de brotação.pt_BR
dc.description.abstractThe purpose of the present study is to analyse the phytosociology aspects with the requirements of management of savana vegetation located at the Fazenda Água Limpa, Brasilia University, Southeast of Brasilia, D.F. The principal aim of which is to describe savana vegetation, explain its structure and give a detailed quantitative-floristic survey. The purpose of this was to provide informations about species diversity, dominance, frequency and density as well as to describe the trees size and stratification, importance values and cover values for each species. Savana is the natural vegetation of the variable mixture of small trees with a fairly developed ground layer. It has a marked seasonal climate and possesses a large characteristic flora of fireresistant plants. From a community of 240,000 square metters 29 units of 25m X 10m were selected at random and surveyed. All individuals with a diameter equal to or greater than 5 cm, at 15 cm above ground level, were measured and data of diameter, height and bark thickness were collected. In this study were gather data from 758 individuals. The sampling founded 51 species, 40 genera and 30 families of trees. By the appearance of species number this savana is poor in the tree species. The majority of the other non common species are relatively unimportant as constituinte of the vegetation Relation curve between species and sample numbers in the beginning it is steeply ascendant, up to the plots 15 to 20. Then it declines, in an almost horizontal direction. This means that the study of only 15 to 20 samples may show. The most frequently represented species. The Shannon & Weaver diversity indice showed to be the relative abundance under influence of sampling. Twenty species were the uniform and twenty two in clumped patterns. The most important factors. affecting clumping of species appears to be the density and frequency. There is a definite tendency for some trees of several species to maintain distance among them. Distances to nearest conspecifics were analysed by use of the index of dispersion. At Água Limpa farm 39.2% of the total species studied were normal dispersion and 43.1% were clumped. For the trees sampled was observed that there is a definite tendency for some species to frequent ridge tops and for others to be found in lower areas or long hill sides. The species of savana in study are dispersed too in far locality of others States. The families most represented were, according to the highest number of species, respectively: Legumonisae, Dilleniaceae, Vochysiaceae, Apocynaceae, Erythroxylaceae, Guttiferae, Compositae, Malpighiaceae, Melastomataceae, Ochnaceae, Sapotaceae and others represented by only one species. Based on the constancy the most important species were: Dalbergia violacea, Sclerolobium paniculatum, Bremanthus glomerulatus, pterodon pubescens, Byrsonima verbascifolia, Kielmeyera coriacea, Caryocar brasiliense, Dimorphandra mollis, Palicourea rigida, Miconia pohliana and Ouratea hexasperma. The species with most fidelity is Machaerium acutifolium. Eigth of the most important species of the sampling were studied Its hegemony are brought by its massive trunks, some of which have far the greatest basal areas of the species recorded. Total tree density is 1045 individuals per hectare. Others of the most important common species, with figures for their order of relative density, are: Dalbergia violacea, Sclerolobium paniculatum, Ouratea acuminata, Ouratea hexasperma, Xielmeyera coriacea, Byrsonima verbascifolia and pterodon pubescens. Only 35% of the total species showed importance value (VI) greater than 5.0%. The principal species are: Sclerolobium paniculatum, Dalbergia violacea, Ouratea hexasperma, Pterodon pubescens, Austroplenckia populnea, Xielmeyera coriacea, Caryocar brasiliense, Byrsonima verbascifolia, Ouratea acuminata, Qualea parviflora, Eremanthus glomerulatus and Stryphnodendron adstringens. The species increment is very poor and their diameter classes changes are very slow. Eigth main grups of tree species were defined by principal components and cluster analysis, appling the Ward method. Because of the interaction of density and frequency the influence on the group IV species is more meaningful. The following species are in that group: Davilla eliptica, Dimorphandra mollis, Eremanthus glomerulatus, Miconia pohliana, Palicourea rigida, Qualea grandiflora, Qualea parviflora, Stryphnodendron adstringens and Vochysia thysoidea. This group is formed probably because the mean volume of individuals it is almost the same for each species under influence of both density and frequency. The variance among clusters (R²S) was larger than variance within clusters (R²), this shows that the flora studied is heterogeneous. For the silvicultural management of savana the following classification will be suitable: clearcutting with high vegetation regeneration and stood shoots regeneration or coppice regeneration. The regeneration consisting entirely of vegetative shoots are: form of regeneration produced by a portion of root cut and of the shoots cut at each felling and crop consisting partly of vegetative shoots, from, generally of seedling origin or from shoots.pt_BR
dc.format.extent195 p. : il. ; 29 cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subject634.0.182(817.4)pt_BR
dc.subjectSavanas - Brasilia (DF)pt_BR
dc.subjectFlora dos cerrados - Brasilia (DF)pt_BR
dc.subjectComunidades vegetais - Brasilia (DF)pt_BR
dc.subjectSavanaspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAvaliações de parametros fitossociologicos e de manejo de uma savana em Brasiliapt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record