Show simple item record

dc.contributor.advisorCosta, Édison José da, 1945-pt_BR
dc.contributor.authorConte, Wilmarpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Letraspt_BR
dc.date.accessioned2020-06-03T20:50:51Z
dc.date.available2020-06-03T20:50:51Z
dc.date.issued2002pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/24557
dc.descriptionOrientador : Édison José da Costapt_BR
dc.descriptionAutor não autorizou a divulgação do arquivo digitalpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes. Curso de Pós-Graduação em Letras. Defesa : Curitiba, 28/11/2002pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração : Estudos literáriospt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho dedica-se a estudará Túnica Inconsútil (1938), de Jorge de Lima, na medida em que ela puder ser considerada representante da poesia espiritualista brasileira dos anos 30 do século passado. Traça, inicialmente, uma abordagem sucinta a respeito de questões relacionadas com a Modernidade cultural e literária. Essa abordagem tem como objetivo a busca de uma caracterização dos termos Modernismo e Modernidade. Para isso, faz uma reflexão sobre estes termos com base nas mudanças que se manifestam tanto nas estruturas sociais quanto nas artes. Em seguida, focaliza a evolução da literatura brasileira, durante a qual demonstra-se a existência de uma corrente espiritualista. Essa poesia se manifesta de forma mais expressiva, em nosso Modernismo, na década de 30. O estudo mostra que a espiritualidade, na poesia de A Túnica Inconsútil, é de índole religiosa católica, que provém de fonte bíblica, na qual o poeta se inspira. O processo de montagem dos poemas segue uma estrutura semelhante ao versículo bíblico. Tudo se reveste de sentido sagrado: o emprego de imagens e símbolos litúrgicos, às vezes resulta na construção da fábula ou da parábola bíblica; a linguagem místico-religiosa confere ao poeta certo estatuto profético, que desempenha uma missão, ajudando criar um clima de mistério que perpassa em cada um dos poemas. A análise sobre os elementos poéticos mostra que A Túnica Inconsútil pode ser inserida num projeto de modernidade. A manipulação de símbolos e imagens, durante a qual o poeta transmuta a função que eles possuem, atribuindo-lhes um novo significado, tem em vista a construção poética, que aponta para um plano de realidade transcendente. A transmutação de fimção dos objetos decorre de processos por associação de idéias, antíteses, enumerações, mas não obedece a uma ordem lógica. É desses processos que brota a poesia do subconsciente e que os surrealistas valorizam como forma de inspiração. Devido a essa natureza donde fluem, muitos poemas se tornam herméticos, identificando-se com os postulados da lírica contemporânea. Jorge de Lima é um poeta com os olhos voltados para a realidade de seu tempo; A Túnica Inconsútil empreende uma descida até o mundo onde se travam as lutas entre os homens, e se torna uma ponte entre esse mundo e a unidade divina. Daí a razão de apontar que essa poesia se insere nos postulados da Modernidade, partindo-se do conceito de que a arte circunscreve o contingente e o eterno. Esse casamento pode ser observado em A Túnica Inconsútil, cujos elementos figurativos são tomados da natureza trivial, mas no plano poético perdem qualquer contorno espacial e temporal, como acontece, por exemplo, no poema - O Grande Desastre Aéreo de Ontem. E é sob esse despojamento de toda a realidade histórica que a linguagem assume uma dimensão universal. O caráter universal dessa poesia, deve-se, também, à viagem que o poeta faz ao encontro de nossas tradições pela via das escrituras bíblicas. Assim, é exatamente por essa linha de discurso místico-religioso, com o qual Jorge de Lima poetiza em A Túnica Inconsútil, que ele situa essa poesia na tradicional corrente literária européia, da qual somos herdeiros.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This work is devoted to study A Túnica Inconsútil (1938), of Jorge de Lima, in the measure in that can be considered representative of the Brazilian spiritualistic poetry of the thirties of last century. It traces initially, a brief approach regarding subjects related with the cultural and literary Modernity. This approach has as objective the search of a characterization of the terms Modernism and Modernity. For that, it makes a reflection on these terms with base in the changes that show so much in the social structures as in the arts. Next, focus the evolution of the Brazilian literature, during which the existence of a spiritualistic current is demonstrated. This poetry shows in a more expressive way, in our Modernism, in the decade of 30. The study shows that the spirituality, of the poetry A Tunica Inconsútil, is of Catholic religious nature that caters of biblical source, in which the poet is inspired. The assembly process the poems follows a structure similar to the biblical verse. Everything is covered of sacred sense: the use of images and liturgical symbols, it something results in the construction of the fable or the biblical parable; the language mystic-religious checks the poet certain prophetic statute, that it carries out a mission, helping to create a mysterious climate that go in each one of the poems. The analysis on the poetic elements shows that A Túnica Inconsútil can be inserted in a modernity project. The manipulation of the symbols and images, during the one which the poet change the function that they possess, attributing them a new meaning, it has in mind the poetic construction, that points for a plan of transcendent reality. The transmutation of function of the object elapses of processes for association of ideas, antitheses, enumeration, but it doesn't obey a logical order. It is of those processes that it sprouts the poetry of the subconscious and that the surrealists value as inspiration form. Due to that nature from where they flow, many poems become hermetic, identifying with the contemporary postulates of the lyrical. Jorge de Lima is a poet with the eyes gone back to the reality of his time; A Túnica Inconsútil undertakes a gone down until the world where the fights are joined among the men, and it becomes a bridge between the world and the divine unit. This is the reason of aiming that this poetry interferes in the postulates of the Modernity, going of the concept that the art bounds the contingent and the eternal. That marriage can be observed in A Túnica Inconsútil, whose figurative elements are taken of the trivial nature, but in the poetic plan they lose any space and the temporary contour, as it happens, for example, in the poem - O grande Desastre Aéreo de Ontem. And it is under that divestment of all the historical reality that the language assumes an universal dimension. The universal character of this poetry, is also due, the trip that the poet does to the encounter of our tradition throught the biblical writings. Thus, it is exactly for that line of speech mystic-religious, with which Jorge de Lima in A Túnica Inconsútil, that he places this poetry in the traditional European literary current, of the which we are heirs.pt_BR
dc.format.extentvi, 94 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectLima, Jorge dept_BR
dc.subjectPoesia brasileirapt_BR
dc.subjectDissertações - Letras - Letraspt_BR
dc.subjectCNPqpt_BR
dc.titleA túnica inconsútil de Jorge de Lima : modernismo, modernidade e poesia espiritualistapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record