Show simple item record

dc.contributor.authorBonnet, Nadia Yukiji Kotopt_BR
dc.contributor.otherRocha, Rosana Moreira da, 1962-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Biológicas. Programa de Pós-Graduaçao em Zoologiapt_BR
dc.date.accessioned2010-07-08T10:54:04Z
dc.date.available2010-07-08T10:54:04Z
dc.date.issued2010-07-08
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/24079
dc.description.abstractResumo: A família Ascidiidae faz parte da ordem Phlebobranchia e é formada por organismos solitários, com musculatura principalmente do lado direito do corpo e nos sifões, tentáculos simples, lâmina dorsal completa, faringe sem pregas, fendas faríngeas retilíneas e tubo digestivo do lado esquerdo do corpo, com as gônadas associadas ao mesmo. Tradicionalmente, há três gêneros em Ascidiidae: Ascidia Linnaeus, 1767, Phallusia Savigny, 1816 e Ascidiella Roule, 1883. Os três compartilham os caracteres acima descritos, sendo que Phallusia possui ainda aberturas acessórias ao tubérculo dorsal e Ascidiella apresenta papilas sustentando os vasos longitudinais da faringe sem projetar-se no lúmen da faringe. Devido ao fato de que as aberturas acessórias de Phallusia só são conspícuas com a retirada da faringe, historicamente espécies de Ascidia e Phallusia vêm sendo confundidas. Assim, o objetivo geral do trabalho é fazer uma revisão taxonômica de algumas espécies de Ascidiidae, com a redescrição completa das mesmas, além de testar a validade filogenética do gênero Ascidia. Foram observados 344 exemplares, de 26 espécies diferentes, sob microscópio esteroscópico. As estruturas internas foram evidenciadas com corante Hematoxilina de Harris e desenhos de espécies novas feitos em câmara clara. Posteriormente, os dados morfológicos foram utilizados na reconstrução de Ascidia, tendo como grupos-externos espécies de Ascidiella, Phallusia, Rhodosoma e Ciona. A matriz foi criada em NDE e a análise rodada em PAUP* 4.0b10, com busca heurística, TBR, sem limite de árvores, caracteres não-ordenados, pesagem implícita de caracteres, olapsamento dos ramos com comprimento zero e a história dos caracteres foi traçada em ACCTRAN. Apesar dos baixos índices de consistência encontrados, pode-se afirmar que Ascidiidae constitui um táxon filogeneticamente válido, porém Ascidia não forma um ramo monofilético, com Phallusia e Ascidiella inseridos no clado. Além do mais, Phallusia tampouco apresenta monofilia, tendo mais de uma origem ao longo da evolução. Estes resultados devem ser contrastados com outros gerados por sistemática molecular em busca de congruências, e, se houver a corroboração da hipótese aqui proposta, pode-se inferir que Ascidiidae atualmente é composta por um único gênero – Ascidia –, havendo a necessidade de realizar uma revisão da classificação da família.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleTaxonomia e filogenia de ascidiidae (Chordata, Tunicata)pt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record