Show simple item record

dc.contributor.authorCattani, André Pereirapt_BR
dc.contributor.otherBroadhurst, Matthew Kpt_BR
dc.contributor.otherSpach, Henry Louispt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Centro de Estudos do Mar. Programa de Pos-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceanicospt_BR
dc.date.accessioned2010-06-14T12:46:19Z
dc.date.available2010-06-14T12:46:19Z
dc.date.issued2010-06-14
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/23944
dc.description.abstractResumo: A captura de camarões, realizada pela técnica de arrasto com portas, tem alto impacto no ambiente marinho. Tal prática resulta na pesca de um volume substancial de organismos, capturados juntamente com a espécie-alvo (bycatch ou descarte), fundamentais na organização da rede trófica e, em última instância, na preservação dos próprios estoques comerciais. De forma a mitigar este impacto, dispositivos adaptados nas redes de arrasto, vulgarmente conhecidos como BRD´s – Bycatch Reduction Devices, têm sido testados e implementados na frota camaroneira ao redor do planeta. No litoral paranaense, a pesca do camarão sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri) tem alta importância econômica. Assim, o presente estudo se propôs a testar a eficiência de quatro dispositivos de redução da captura incidental na pesca do camarão sete-barbas do município de Pontal do Paraná, Paraná, Brasil, bem como avaliar a composição da ictiofauna do bycatch. De julho de 2008 até abril de 2009 foram realizados 12 arrastos mensais em conjunto com os pescadores locais. Duas redes foram arrastadas simultaneamente em cada bordo da embarcação. De um lado, uma rede de arrasto do tipo manga seca padrão e do outro, uma rede com o dispositivo de redução da captura incidental adaptado no ensacador da rede. Foram capturados 26.743 peixes distribuídos em 27 famílias e 68 espécies, das quais apenas três pertencem à classe dos Chondrichthyes. As famílias que apresentaram maior riqueza de espécies foram Sciaenidae (18); Carangidae (6); Ariidae (5) e Achiridae, Engraulidae e Paralichthyidae (4). Somente as famílias Sciaenidae e Carangidae representaram 80% da captura total. As espécies Stellifer rastrifer, Selene setapinnis, S. brasiliensis, Larimus breviceps, Paralonchurus brasiliensis e Cathorops spixii foram dominantes em número de indivíduos, representando 80% da captura total, sendo que a captura de S. rastrifer e S. setapinnis correspondeu a 44% da captura total. Foi utilizado um teste t de student comparando-se a captura total em biomassa dos brd´s com os seus respectivos controles. Em relação aos peixes, foram detectadas diferenças significativas (p-valor<0,05) em todos os dispositivos, sendo que a maior redução média ocorreu na rede com a grelha com 24 mm de espaçamento entre barras (G24) (56,71%) e a menor ocorreu na rede com ensacador de malha quadrada (MQ) (17,98%). A redução média na rede com a grelha com 37 mm de espaçamento entre barras (G37) e na rede com o ensacador com janela de escape (JE) foi de 52,92% e 34,46%, respectivamente. Para o camarão, apenas o ensacador MQ não teve diferenças significativas entre as biomassas (p-valor=0,57). A maior redução ocorreu na G37 (32,08%) e a menor foi no ensacador MQ (2,41%). A redução média da G24 e da JE foi de 15,77% e 8,01%, respectivamente. Conclui-se que todos os dispositivos foram eficientes na exclusão da ictiofauna do bycatch, mas apenas o ensacador com a MQ não reduziu significativamente a captura do camarão.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.titleAvaliação de dispositivos de redução de captura incidental na pesca de arrasto do Município de Pontal do Paraná - PRpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record