Show simple item record

dc.contributor.advisorLima, Abili Lázaro Castro dept_BR
dc.contributor.authorSilveira, Eduardo de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherBusato, Paulo César, 1964-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Jurídicas. Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.date.accessioned2022-08-25T18:49:15Z
dc.date.available2022-08-25T18:49:15Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/42570
dc.descriptionOrientador: Abili Lázaro Castro de Lima. Coorientador: Paulo César Busatopt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Jurídicas, Curso de Graduação em Direitopt_BR
dc.description.abstractResumo: O Brasil experimenta, atualmente, a ampliação da cultura punitiva. Tal crescimento é verificável quando analisamos o encarceramento cada vez maior de pessoas, a criação de leis que ampliam o rol de crimes e a severidade das penas ou a pauta defendida por grande parte da população que aponta a premência da redução da maioridade penal. O presente trabalho tem como objetivo demonstrar que a mídia de massa brasileira tem grande influência no crescimento da cultura punitiva de nosso país. Em primeiro lugar, é feita a verificação de que o modelo midiático de massa nacional é altamente concentrado na forma de oligopólio. De posse de tal constatação, o estudo vale-se do arcabouço teórico produzido por Edward Herman e Noam Chomsky e das considerações acerca do conceito de hegemonia elaboradas por Antonio Gramsci para apontar que nossa mídia de massa é orientada pela busca da construção de um discurso hegemônico, através da fabricação do consenso, quando o assunto é a criminalidade. Referido discurso atua uma espécie de "filtro" da mídia, a qual pauta-se pela defesa da cultura punitiva ao invés de propiciar uma discussão abrangente, que poderia colocar em xeque os privilégios do modelo de mercado oligopolista. Na sequência, são mencionados alguns métodos de abordagem da mídia de massa quando o assunto é a criminalidade, bem como as consequências de tais métodos. O estudo monográfico encerra-se com uma visão otimista, apontando para a necessidade de fomentar o senso crítico daqueles que recebem as informações provenientes da mídia de massa. Além disso, destaca a necessidade de divulgação de notícias de maneira mais democrática e plural em nosso país, situação que parece mais próxima de nossa realidade com o advento da internet, capaz de criar uma nova lógica midiática ao estabelecer um contraponto acessível ao discurso hegemônico.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectComunicação de massapt_BR
dc.subjectDireito penalpt_BR
dc.titleA mídia de massa e a expansão do direito penal : uma abordagem contemporânea a partir da realidade brasileirapt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record