Show simple item record

dc.contributor.authorParacchini, Vanessa D'Arcangelo Ruiz
dc.date.accessioned2016-03-07T14:46:17Z
dc.date.available2016-03-07T14:46:17Z
dc.date.issued2005
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/41737
dc.descriptionOrientador: Romeu Bacellar Filho
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Jurídicas, Curso de Graduação em Direito
dc.description.abstractO presente trabalho monográfico tem por escopo dimensionar a importância do princípio da moralidade administrativa no atual ordenamento jurídico, bem como formas de reprimir sua inobservância. Enumerando as espécies de penalidades aplicadas às modalidades de improbidade administrativa, observando sempre o grau de violação do bem jurídico em questão. Ressalta-se a importância da moralidade administrativa como princípio constitucional norteador de toda atividade administrativa, relacionando-se com os demais princípios contidos de forma implícita ou explícita na Constituição Federal. Pretende-se, portanto demonstrar a forma de controle existente na atual Administração Pública que visa coibir à prática de atos que atentem contra os preceitos éticos e jurídicos inseridos no ordenamento.
dc.format.extent38 f.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.subjectMoralidade administrativa
dc.subjectAdministração pública
dc.subjectDireito administrativo
dc.titleMeios repressivos à imoralidade administrativa
dc.typeMonografia Graduação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record