Show simple item record

dc.contributor.advisorHaddad, Maria Angélica, 1951-pt_BR
dc.contributor.authorFelippe, Camillapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Ciências Biológicaspt_BR
dc.date.accessioned2022-08-19T17:11:53Z
dc.date.available2022-08-19T17:11:53Z
dc.date.issued2013pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/34890
dc.descriptionOrientador: Maria Angelica Haddadpt_BR
dc.descriptionMonografia (Bacharelado) - Universidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Ciências Biológicaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Os briozoários constituem um filo de animais coloniais, sésseis e aquáticos, em sua grande maioria marinhos, havendo representantes em águas doce e salobra. Apresentam diversas formas e são capazes de colonizar vários tipos de substratos. As mudanças sazonais e anuais dos fatores físicos tais como profundidade, grau de luminosidade e exposição do substrato, temperatura da água, salinidade e turbidez, assim como as interações tróficas e a competição por espaço podem interferir na sobrevivência das espécies de Bryozoa, fazendo com que a composição da fauna se diferencie em determinados locais e épocas do ano. O presente trabalho se propõe a identificar as mudanças na composição das espécies de briozoários em substratos artificiais ao longo de quatro anos na foz do rio Itiberê, baía de Paranaguá, Paraná. Experimentos com placas de polietileno foram instalados no Iate Clube de Paranaguá localizado no interior da Baía de Paranaguá, no período de abril de 2009 a fevereiro de 2013, completando quatro anos de acompanhamento. A cada trimestre, as placas eram recolhidas e substituídas por novas. Foram estimadas as porcentagens de cobertura para cada espécie de briozoário. Foram identificados dez taxa, alguns com ampla abundância e distribuição entre os períodos, como: Hippoporina indica, Electra tenella e Conopeum reticulum, outras em menor número e baixa distribuição como é o caso de Sinoflustra annae, Alcyonidium sp e Biflustra sp., e outras raras, presentes em só um dos trimestres: Aeverrillia setigera, Bugula neritina, Bugula stolonifera e Schizoporella sp. As espécies que apresentaram um padrão sazonal foram: H. indica e E. tenella. Schizoporella sp., é um novo registro para a baía de Paranaguá.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relation.requiresExigências do sistema: Adobe Acrobat Readerpt_BR
dc.subjectBriozoariopt_BR
dc.titleVariação sazonal de briozoários em substrato artificial na foz do rio Itiberê, baía de Paranaguá, Paranápt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record