Show simple item record

dc.contributor.authorMinghini, Luciano
dc.contributor.otherBalbinot, Zandra
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Administração
dc.date.accessioned2015-11-16T19:44:46Z
dc.date.available2015-11-16T19:44:46Z
dc.date.issued2011
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/26499
dc.descriptionOrientador : Profa. Dra. Zandra Balbinot
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração. Defesa: Curitiba, 02/03/2011
dc.descriptionInclui referências
dc.description.abstractResumo: Este é um trabalho empírico de pesquisa quantitativa e qualitativa que testa uma nova perspectiva de análise para estudos sobre práticas gerenciais na internacionalização das empresas. Uma aproximação da literatura sobre práticas gerenciais de empresas que atuam internacionalmente e das propostas conceituais de estratégia enquanto prática é realizada para analisar e discutir o efeito de hibridização das práticas gerenciais a partir da perspectiva das práticas estratégicas. Os dados empíricos quantitativos de internacionalização e práticas gerenciais foram coletados através de um levantamento do tipo survey com 36 gestores de empresas no Paraná. Onde foram usados modelos nacionais e internacionais de coleta, como o modelo proposto pelo grupo GLOBE e os estudos anteriores sobre as práticas características da cultura brasileira. Envolveu também, a coleta de dados qualitativos através de entrevistas semi-estruturadas e em profundidade, com quatro gestores paranaenses, para reforçar os resultados da pesquisa quantitativa. A análise dos dados sobre a internacionalização mostra que os gestores e empresas paranaenses adotam uma estratégia de atuação internacional incremental, a qual depende dos contatos do gestor, das atividades internacionais com as quais ele e a empresa estão envolvidos e, também, depende do comprometimento da organização com a atuação internacional. Os dados coletados sobre as práticas gerenciais foram analisados sob a perspectiva das práticas estratégicas e mostraram mudanças nos resultados que caracterizam a postura, ações e decisões dos gestores, em comparação com os estudos anteriores nacionais e internacionais. Essa mudança caracteriza o efeito de hibridização (mistura) das práticas gerenciais estudadas em função do nível de internacionalização do gestor e da empresa onde ele atua. A justificativa para a adoção dessa perspectiva de análise está na semelhança entre as raízes sociais das práticas gerenciais e estratégicas. Além disso, este estudo contribui para o aquecido debate acadêmico sobre pesquisas de comparação cultural (cross-culture) na internacionalização das empresas, propondo um framework de pesquisa mais objetivo e evitando constructos complexos e polêmicos como valores culturais ou gerenciais. Os resultados encontrados colaboram com a preocupação do GLOBE na identificação de práticas valorosas para o indivíduo que atua em negócios internacionais. Contribuem para estudos comparativos sobre divergência, convergência ou crossvergence, enriquecendo o debate sobre a atuação e o desempenho dos gestores e das organizações em negócios internacionais. E colabora também, para proposição de novas perspectivas de análise de estudos cross-culture, com especial atenção para a mistura entre práticas locais de um grupo e as práticas do ambiente internacional de negócios. Acreditamos que as relações encontradas aqui podem reorientar muitos empresários paranaenses que se encontram em situações semelhantes, fomentar a internacionalização com objetivo do equilíbrio entre práticas estratégicas locais e globais que desenvolvam vantagens competitivas. Por fim, acreditamos que o modelo e o conjunto teórico deste estudo podem ainda ser utilizados em novos levantamentos quantitativos ou em estudos de caso mais aprofundados, para dar seqüência aos resultados apresentados aqui.
dc.description.abstractAbstract: This is an empirical quantitative and qualitative research that tests a new perspective of analysis to the studies of managerial practices in the international business. An approximation between the literature of managerial practices of companies that operate internationally and conceptual proposals of strategy as practice is performed to analyze and discuss the effect of hybridization of management practices from the perspective of strategic practices. The quantitative empirical data of internationalization and management practices were collected through a survey with 36 managers of companies in Parana. The GLOBE group model proposal and previous studies on the practical characteristics of Brazilian culture were reviewed to design the survey. The study also collected qualitative data through semi-structured and in depth interviews with four managers from Parana, to reinforce the results of quantitative research. Data analysis have shown that the internationalization strategy of managers and companies of Paraná were based on incrementally increasing international operations, which are dependent on the manager contacts, international activities with which he and his company are involved, and also depends on the commitment of the organization with the international operations. Data about the management practices were analyzed from the perspective of strategic practices and showed changes in outcomes that characterize changes in attitudes, actions, and decisions of managers, compared with previous national and international studies. This shift characterizes the effect of crossvergence (mixing) of management practices studied in relation to the level of internationalization of the manager and the company where he works. The rationale for adopting this perspective of analysis is the similarity between the social roots of management practices and strategic. Moreover, this study contributes to the heated debate over academic cross-culture research in international business, proposing a framework for more objective research and avoiding controversial and complex constructs such as cultural or individual values. The results add some contribution to the GLOBE effort to identify valuable manager practices in the international operations of the organization. Contribute to the comparative studies of divergence, convergence or crossvergence, enriching the debate about the role and performance of managers and organizations in international business. And also collaborate to the academic propose of new perspectives on the analysis of cross-cultural studies, with special attention to the mixing between the local practices of a group and those practices derived from current international business environment. We believe that the relationships found here may redirect Parana many entrepreneurs who are in similar situations, aiming to promote the internationalization of the strategic balance between local and global practices to develop competitive advantages. Finally, we believe that the theoretical model and the set of this study can still be used on new surveys or quantitative in-depth case studies, to reinforce the conclusions found here.
dc.format.extent138p. : grafs., tabs.
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.languagePortuguês
dc.relationDisponível em formato digital
dc.subjectPlanejamento estrategico
dc.subjectComercio internacional - Paraná
dc.subjectAdministração de empresas
dc.subjectTeses
dc.subjectAdministração
dc.titleAlém da crossvergence : as práticas estratégicas na internacionalização das empresas paranaenses
dc.typeDissertação


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record