Show simple item record

dc.contributor.advisorDuarte, Henrique da Silva Silveira, 1983-pt_BR
dc.contributor.authorMartinha, Danielle Dutra, 1991-pt_BR
dc.contributor.otherRuaro, Lucimerispt_BR
dc.contributor.otherOliveira, Ricardo Augusto de, 1975-pt_BR
dc.contributor.otherCalegario, Renata Faier, 1974-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Produção Vegetalpt_BR
dc.date.accessioned2022-08-05T20:38:57Z
dc.date.available2022-08-05T20:38:57Z
dc.date.issued2022pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/77636
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Henrique da Silva Silveira Duartept_BR
dc.descriptionCoorientadores: Profa. Dra. Lucimeris Ruaro; Prof.Dr. Ricardo Augusto de Oliveira; Profa. Dra Renata Faier Calegariopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Produção Vegetal. Defesa : Curitiba, 06/05/2022pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Produção Vegetalpt_BR
dc.description.abstractResumo: A cana-de-açúcar (Saccharum spp.) é uma das culturas mais importantes do ponto de vista socioeconômico no Brasil. Entretanto quando afetada pelo parasitismo de fitonematoides, podem ser observadas reduções de até 50% da produção. Para reduzir as perdas, o levantamento é uma ferramenta que permite conhecer quais gêneros e espécies ocorrem na área e assim auxiliar posteriores estudos visando o controle de nematoides. O uso de genótipos resistentes, desenvolvidos por meio de programas de melhoramento genético, é uma medida de controle eficiente. Dessa forma, este trabalho foi organizado em três etapas. Em um primeiro momento, foi caracterizada a população de nematoides associados a cana-de- çúcar nas mesorregiões Norte Central, Norte Pioneiro e Noroeste do Estado do Paraná, identificando e quantificando os gêneros dos fitonematoides, e as espécies de Pratylenchus e Meloidogyne. Foram coletadas 89 amostras compostas de solo e raízes provenientes de nove municípios. Doze gêneros de nematoides foram associados à cana-de-açúcar: Pratylenchus, Meloidogyne, Helicotylenchus, Xiphinema, Mesocriconema, Trichodorus, Aphelenchus, Hoplolaimus, Tylenchus, Tylenchorhynchus, Ditylenchus e Paratrichodorus. Os gêneros Pratylenchus e Meloidogyne foram encontrados com maiores frequências nas raízes, correspondendo as espécies P. zeae e P. brachyurus, sendo P. zeae a mais frequente e M. javanica. Esse levantamento é de grande importância para conhecer os principais nematoides que ocorrem na região e, dessa forma, auxiliar os programas de melhoramento a direcionar suas pesquisas. No segundo capítulo, foram testados 12 genótipos de cana-de-açúcar ao parasitismo de M. javanica e M. incognita. O experimento foi conduzido em blocos casualizados com 12 tratamentos com 4 repetições para M. javanica e 3 repetições para M. incognita. Os tratamentos foram os genótipos de cana de açúcar: RB966928 (padrão de suscetibilidade), RB026842, RB036168, RB036145, RB036065, RB966229, RB036066, RB036068, RB046209, RB036163, RB036153 e RB036059. Foram inoculados cerca de 2000 ovos com eventuais J2 por vaso. Após 120 dias, foi calculado o Fator de Reprodução (FR). Dos 12 genótipos avaliados, 66 % apresentaram comportamento suscetível (FR>1) a M. javanica. Os genótipos RB046209, RB036163, RB036153, RB036059 foram classificados como resistente (FR<1) ao parasitismo de M. javanica. Para a espécie M. incognita, os genótipos suscetíveis representaram 75% dos genótipos avaliados, sendo resistentes os genótipos RB036163, RB036153 e RB036059. No terceiro capítulo, foi testado 12 genótipos submetidas ao parasitismo de Pratylenchus zeae, com três repetições por tratamento. Foram inoculados cerca de 1000 espécimes de P. zeae por vaso. Após 171 dias, foi evidenciado que 25% dos genótipos, RB036065, RB036068 e RB036163 demonstraram comportamento suscetível enquanto 75% foram resistentes (FR<1). Esses resultados são essenciais para auxiliar, tanto os programas de melhoramento genético no desenvolvimento de genótipos, como direcionar o uso destes genótipos, em áreas infestadas com os nematoides de importância no Paraná.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Sugarcane (Saccharum spp.) is one of the most important crops from a socioeconomic point of view in Brazil. However, when affected by parasitism of nematodes, reductions of up to 50% in production can be observed. To reduce losses, the survey is a tool that allows us to know which genera and species occur in the area and thus help further studies aimed at controlling nematodes. The use of resistant genotypes, developed through genetic improvement programs, is an efficient control measure. Thus, this work was organized in three stages. At first, the population of nematodes associated with sugarcane in the North Central, North Pioneiro and Northwest mesoregions of the State of Paraná was characterized, identifying, and quantifying the genera of phytonematodes, and the species of Pratylenchus and Meloidogyne. Eighty-nine soil and root samples were collected from nine municipalities. Twelve genera of nematodes have been associated with sugarcane: Pratylenchus, Meloidogyne, Helicotylenchus, Xiphinema, Mesocriconema, Trichodorus, Aphelenchus, Hoplolaimus, Tylenchus, Tylenchorhynchus, Ditylenchus and Paratrichodorus. The genera Pratylenchus and Meloidogyne were found most frequently in the roots, corresponding to the species P. zeae and P. brachyurus, with P. zeae being the most frequent and M. javanica. This survey is of great importance to know the main nematodes that occur in the region and, in this way, help breeding programs to direct their research. In the second chapter, 12 sugarcane genotypes were tested for parasitism of M. javanica and M. incognita. The experiment was carried out in randomized blocks with 12 treatments with 4 replications for M. javanica and 3 replications for M. incognita. The treatments were the sugarcane genotypes: RB966928 (susceptibility pattern), RB026842, RB036168, RB036145, RB036065, RB966229, RB036066, RB036068, RB046209, RB036163, RB0361505 and 90363. About 2000 eggs with eventual J2 were inoculated per pot. After 120 days, the Reproduction Factor (RF) was calculated. Of the 12 genotypes evaluated, 66% showed susceptible behavior (FR>1) to M. javanica. The genotypes RB046209, RB036163, RB036153, RB036059 were classified as resistant (FR<1) to M. javanica parasitism. For the species M. incognita, the susceptible genotypes represented 75% of the evaluated genotypes, being resistant genotypes RB036163, RB036153 and RB036059. In the third chapter, 12 genotypes subjected to parasitism of Pratylenchus zeae were tested, with three replications per treatment. About 1000 specimens of P. zeae were inoculated per pot. After 171 days, it was evidenced that 25% of the genotypes, RB036065, RB036068 and RB036163 showed susceptible behavior while 75% were resistant (FR<1). These results are essential to help both genetic improvement programs in the development of genotypes, and to direct the use of these genotypes in areas infested with nematodes of importance in Paraná.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCana-de-açúcarpt_BR
dc.subjectNematoidespt_BR
dc.subjectCana-de-açúcar - Melhoramento genético - Paranápt_BR
dc.subjectAgronomiapt_BR
dc.titleFitonematoides associados a cana-de-açúcar no Paraná : levantamento e reação de genótipospt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record