Show simple item record

dc.contributor.advisorIsrael, Vera Lúcia, 1963-pt_BR
dc.contributor.authorTonial, Leticia de Paula, 1997-pt_BR
dc.contributor.authorMalko, Rita de Cassia Niz, 1997-pt_BR
dc.contributor.authorMocelin, Thalyssa Karine, 1994-pt_BR
dc.contributor.otherMélo, Tainá Ribas, 1982-pt_BR
dc.contributor.otherYamaguchi, Brunapt_BR
dc.contributor.otherLocks, Rafaella Ribaspt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Fisioterapiapt_BR
dc.date.accessioned2022-08-11T18:10:57Z
dc.date.available2022-08-11T18:10:57Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/77601
dc.descriptionOrientadora: Vera Lúcia Israelpt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Tainá Ribas Mélopt_BR
dc.descriptionColaboradora: Bruna Yamaguchipt_BR
dc.descriptionCalaboradora: Rafella Ribas Lockspt_BR
dc.descriptionArtigo (Bacharelado) - Universidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Fisioterapia.pt_BR
dc.description.abstractResumo : A Paralisia Cerebral (PC) é um distúrbio não-progressivo do movimento e postura devido a lesão no sistema nervoso central imaturo, podendo estar acompanhada limitações cognitivas e sensoriais. Entre os recursos fisioterapêuticos, a Fisioterapia Aquática (FA) atua como coadjuvante no processo de recuperação cinético funcional usufruindo de propriedades físicas e térmicas da água aquecida. O objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos da FA na habilidade motora global, no desempenho funcional nas atividades de vida diária e postura de crianças de 4 e 5 anos de idade com PC espástica. O estudo foi composto por Grupo Experimental (GE), com 3 participantes, e Grupo Controle (GC) com 2 participantes. As avaliações e análises foram delineadas por meio da Classificação Internacional de Funcionalidade e Saúde (CIF). Para avaliar a habilidade motora global utilizou-se a Gross Motor Function Measure (GMFM), para o desempenho funcional a Pediatric Evaluation of Disability Inventory (PEDI) e análise postural o Software para Avaliação Postural (SAPO). As habilidades motoras aquáticas do GE foram avaliadas pela Aquatic Functional Assessment Scale (AFAS). As intervenções foram 16 sessões de FA, duas vezes por semana, 40 minutos de imersão. Houve incremento da postura e desempenho funcional no GE, o GC não apresentou diferença na postura e obteve piora no desempenho funcional. Não houve diferença expressiva na habilidade motora global do GE e GC. O GE obteve evolução nas habilidades motoras aquáticas. Apesar da pequena amostragem, pode-se concluir que a FA pode ser aliada ao processo de estimulação psicomotora na PC, pelos critérios da CIF.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCrianças com paralisia cerebralpt_BR
dc.subjectHidroterapiapt_BR
dc.subjectCapacidade motora em criançaspt_BR
dc.titleEfeitos da fisioterapia aquática na habilidade motora globol de crianças de 4 a 5 anos com paralisia cerebral espásticapt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record