Show simple item record

dc.contributor.authorHenze, Eduardopt_BR
dc.contributor.authorCorrea, Marco Fabio Maia, 1955-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Campus Pontal do Paraná - Centro de Estudos do Mar. Curso de Graduação em Oceanografiapt_BR
dc.date.accessioned2022-08-02T10:37:11Z
dc.date.available2022-08-02T10:37:11Z
dc.date.issued2005pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/77502
dc.descriptionOrientador: Marco Fabio Maia Correapt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Centro de Estudos do Mar, Curso de Graduação em Oceanografia com Habilitação em Gestão Ambiental Costeirapt_BR
dc.description.abstractEm Fevereiro e Maio de 2005 foram amostrados dois pesqueiros de camarão sete-barbas do litoral paranaense, "Miguel" e "Shangri-lá", para analisar e caracterizar o descarte da pesca de arrasto artesanal dirigida ao Xiphopenaeus kroyeri. Durante os arrastos experimentais realizados foram coletadas 295.755,28g de material composto por espécie alvo e descarte. O último apresentou 73.075,28g. sendo a ictiofauna o grupo que mais contribuiu com 39.183,05g (53,62 % ) seguido por ordem de significância pelo X. kroyeri descartado, "lixo" (material orgânico e inorgánico), equinodermos, crustáceos, moluscos, cnidários e sipuncula. Os grupos encontrados apresentaram composições distintas nas regiões do Miguel e Shangri-lá nos dois periodos estudados Em fevereiro/Miguel o grupo que apresentou maior peso com relação ao descarte foi X. kroyeri, com 9788g (58,25%). Nas demais amostragens foi o grupo ictiofauna. A proporção de captura total de espécie alvo com relação ao descarte encontrado nas amostragens foi de 74,22% para 24,71%. A ictiofauna encontrada nos descartes estava composta por 6326 individuos pertencentes a 45 espécies de 20 familias, sendo a familia Sciaenidae e a espécie Stellifer rastrifer as mais representativas em fevereiro/Miguel, maio/Miguel e maio/Shangri-lá. Em fevereiro/Shangri-lá Carangidae foi a familia e Chloroscombrus chrysurus a espécie mais abundante com relação ao número de individuos. A maior riqueza foi observada em fevereiro/Shangri-là, com a ocorrência de 31 espécies de peixes. No mês de maio a maior riqueza ocorreu no Miguel, com 28 espécies da ictiofauna. Os indices de diversidade refletiram os resultados das familias e espécies mais abundantes encontradas apresentando-se maior em Shangri-là, com indice N1 de 9,229. Em maio a maior diversidade foi no Miguel, com N1 igual a 6,642. A CPUE total foi de 255,18 gramas por minuto de arrasto.pt_BR
dc.format.extent30f. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCamarão - Pesca - Paranápt_BR
dc.subjectPesca artesanal - Paranápt_BR
dc.subjectGestao ambiental costeirapt_BR
dc.titleAnálise do descarte da pesca artesanal dirigida ao camarão sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri) em duas regiões 'pesqueiras do litoral de Pontal do Paraná, Estado do Paranápt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record