Show simple item record

dc.contributor.advisorGradia, Daniela Fiori, 1971-pt_BR
dc.contributor.authorBatista, Rosimeri Sabim, 1984-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Especialização em Genética para Professores de Biologia do Ensino Médiopt_BR
dc.date.accessioned2022-08-01T16:52:21Z
dc.date.available2022-08-01T16:52:21Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/77469
dc.descriptionOrientador: Daniela Fiori Gradiapt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Curso de Especialização em Genética para professores do Ensino Médio.pt_BR
dc.description.abstractResumo: A genética é a ciência que estuda os caracteres transmitidos de geração em geração, e diante dos avanços tecnológicos nas pesquisas, está em constante transformação. De acordo com os parâmetros curriculares nacionais (PCNs), a genética faz parte do currículo escolar do Ensino Médio na disciplina de Biologia. Ela é imprescindível, pois permite ao aluno compreender a vida em toda sua complexidade e evolução. Por se tratar de uma ciência complexa, muitos alunos apresentam dificuldades, acarretando na desmotivação e desinteresse no aprendizado. Este artigo teve por objetivo realizar uma breve investigação na literatura sobre as principais dificuldades que professores e alunos apresentam no ensino-aprendizagem. As principais dificuldades apresentadas pelos professores ao ensinar genética ocorre pela falta de livros didáticos atualizados e mais contextualizados, que contemplem questões éticas da ciência; falta de formação específica na área de genética e por alunos que apresentam conhecimentos básicos e precedentes distorcidos e equivocados sobre a genética. Entre as principais dificuldades apresentadas pelos alunos está a dificuldade na memorização de conteúdos devido a terminologias complexas, resolução de problemas genéticos que utilizam cálculos de probabilidade matemática básica e análise combinatória, falta de materiais, contextualização e dinamização das aulas, carência de conteúdos no livro didático que se apresentam defasados, falta de conhecimentos científicos e tecnológicos e professores que se apresentam desmotivados e desatualizados para o ensino específico da genética. A utilização de atividades lúdicas, jogos e experiências simples favorecem o processo de ensino-aprendizagem, pois tornam a genética mais interessante e aproximam o contato professor-aluno diminuindo as dificuldades no ensino-aprendizagem.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectGenéticapt_BR
dc.subjectBiologia - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectFormação de professorespt_BR
dc.titleDificuldades e metodologias no ensino-aprendizagem : revisão bibliográficapt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record