Show simple item record

dc.contributor.advisorPinto, Ângelo Parise, 1980-pt_BR
dc.contributor.authorSantos, Maria Eduarda Marcon dos, 1999-pt_BR
dc.contributor.otherSimoes, Marianna Vieira dos Passospt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Ciências Biológicaspt_BR
dc.date.accessioned2022-08-11T19:29:03Z
dc.date.available2022-08-11T19:29:03Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/76873
dc.descriptionOrientador: Ângelo Parise Pintopt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Marianna V. P. Simõespt_BR
dc.descriptionMonografia (Bacharelado) - Universidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Curso de Graduação em Ciências Biológicas.pt_BR
dc.description.abstractResumo : Análises de modelagem de nicho ecológico têm sido aplicadas para avaliar as distribuições das espécies e fornecer predições futuras destas distribuições. As novas condições climáticas que estão sendo enfrentadas, vinculadas as preferências/adaptações das espécies, pode gerar extinção ou alterações nas áreas de distribuição pelas distintas capacidades adaptativas. A utilização desta ferramenta em projetos de conservação está sendo cada vez mais adotada por necessidade a respostas rápidas e fundamentais para as ameaças atuais que as espécies estão passando. As libélulas, insetos aquáticos pertencentes a ordem Odonata, são um ótimo modelo para projetos de conservação, já que são bioindicadores de ecossistemas aquáticos e são simpáticas a população leiga, portanto, apresentam grande potencial para educação ambiental. O objetivo deste estudo é realizar uma análise da distribuição presente e futura da espécie de libélula, Minagrion waltheri Selys, 1876, utilizando métodos de modelagem de nicho ecológico. Um total de 35 registros de ocorrência foram compilados, obtidos de publicações e material testemunho em coleções entomológicas. Estes dados foram digitalizados em uma planilha eletrônica, filtrados e georreferenciados. Para a análise de modelagem foi utilizado um conjunto de variáveis climáticas retiradas da base de dados Worldclimp, e para as modelagens futuras foram utilizadas as SPP245 e SPP5856. As predições futuras forma projetadas para os anos de 2050 e 2070. Foram elaborados mapas de predição presente onde foi identificado um registro outlier (fora da distribuição) no Rio Grande do Sul, e nos mapas de predição futura projetam um cenário de possível extinção da espécie. Com esses resultados a limitação climática da espécie é maior que do que se imaginava e que não temos até 2050 para uma mudança mundial.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectBiogeografiapt_BR
dc.subjectBiodiversidadept_BR
dc.subjectMudanças climáticaspt_BR
dc.subjectNicho (Ecologia)pt_BR
dc.subjectLibélulapt_BR
dc.titleModelagem de nicho ecológico e os efeitos das mudanças climáticas : um estudo com a distribuição de minagrion waltheri selys, 1876 (insecta: odonata: coenagrionidae), uma libélula endêmica do Brasilpt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record