Show simple item record

dc.contributor.advisorCorreia, Fernando Motta, 1977-pt_BR
dc.contributor.authorFernandes, Thiago Philipe Manochio, 1996-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Graduação em Ciências Econômicaspt_BR
dc.date.accessioned2022-07-01T17:29:10Z
dc.date.available2022-07-01T17:29:10Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/76715
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Fernando Motta Correiapt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Curso de Ciências Econômicaspt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : Este trabalho tem como objetivo apresentar uma coletânea de dados relacionados às principais variáveis de desenvolvimento macroeconômico no cenário trabalhista do Paraná em comparação ao restante do país no período pré-pandemia de 2016 a 2019 e o impacto causado nestas variáveis no período de pandemia 2019 a 2021. Para alcançar tal objetivo, foi separado dados do mercado de trabalho em dois cenários: 1)Análise Conjuntural na fase Pré-pandemia e 2)Impactos da COVID-19 na Economia Paranaense. No primeiro cenário, o país saia de uma grande recessão no cenário econômico, principalmente no mercado de trabalho, e o Paraná demonstrava uma estrutura empregatícia relevante que guiava para uma saída antecipada da crise perante as outras unidades federativas. Uma sustentação da estrutura do mercado exportador no Paraná limitou o crescimento da crise no estado e abriu espaço para uma nova onda de crescimento do setor de Serviços e das micro e pequenas empresas na região e consequentemente no país. No segundo cenário, entramos em um período inesperado de recessão devido a pandemia do COVID-19 impedindo uma comparação gradual do desenvolvimento do mercado de trabalho no Paraná. Devido à dificuldade e falta de divulgação de dados pertinentes a estas variáveis macroeconômicas pôde-se comparar algumas vertentes relacionadas aos principais setores afetados no estado, como foram os setores de Serviços, Turismo e Comércio. Porém, pôde-se visualizar algumas medidas restritivas e perceber que o estado do Paraná demonstrou estar entre as unidades federativas com maiores sinais de uma recuperação no quesito das variáveis empregatícias do país. Por fim, uma recuperação dessas variáveis de modo concentrado pode gerar implicações e prolongamento desta recessão no restante do estado que deve ser um campo de análise do governo do estado para os anos seguintes.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMercado de trabalho - Paranápt_BR
dc.subjectCOVID-19 (doença)pt_BR
dc.titleCovid-19 e o impacto no mercado de trabalho paranaensept_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record