Show simple item record

dc.contributor.advisorPorcile, Gabriel, 1959-pt_BR
dc.contributor.authorSalomao Júnior, Miguelpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.date.accessioned2022-06-20T16:51:50Z
dc.date.available2022-06-20T16:51:50Z
dc.date.issued2002pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/76488
dc.descriptionOrientador:José Gabriel Porcile Meirellespt_BR
dc.descriptionDissertaçao(mestrado)- Universidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Sociais Aplicadas. Curso de Pós-Graduaçao em Desenvolvimento Econômicopt_BR
dc.description.abstractResumo: Este trabalho é uma revisão da literatura sobre "Metas de Inflação", e aborda este tema sob três perspectivas distintas: fundamentação teórica, operação e experiência internacional. Na primeira parte, analisam-se as teorias concorrentes sobre a efetividade da política monetária (expectativas adaptativas, expectativas racionais e curva de Phillips convexa) e conclui-se que esta tem efeitos concretos sobre as variáveis econômicas no curto prazo, mesmo quando monitorada pelos agentes. Partindo deste pressuposto, argumenta-se que, de modo a evitar o problema da inconsistência temporal da autoridade monetária, seria desejável a imposição de alguma restrição sobre o banco central, e que uma forma bastante eficiente de fazê-lo seria através da ancoragem nominal. São então apresentados quatro tipos de âncoras nominais (taxa de câmbio, agregados monetários, inflação e PIB nominal), e da comparação entre as vantagens e desvantagens que cada uma pode proporcionar conclui-se pela superioridade da âncora-inflação. Em seguida, assumindo que uma economia já esteja sob um regime de metas inflacionárias, discutem-se cinco tipos de instrumentos de política monetária à disposição do banco central para que ele possa intervir na economia e, assim, atingir seus objetivos. Dentro ainda desta análise, é dado especial destaque à comparação entre o desempenho de dois dos mais comuns instrumentos em regime de Metas de Inflação: taxa de juros e índice de Condições Monetárias. Na última parte do trabalho, por meio da análise de quatro casos reais (Nova Zelândia, Reino Unido, Chile e Brasil), procura-se demonstrar como opera, na prática, um regime de metas inflacionárias e a que tipos de situações estão expostos os formuladores de política monetária. A conclusão do presente estudo é que, a despeito das várias críticas que vêm sendo feitas a este sistema, o estabelecimento e o desenvolvimento do regime de metas inflacionárias têm proporcionado um significativo avanço no estudo da política monetária e de suas implicações.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This dissertation is a review of the literature about "Inflation Target", and it approaches this topic from three distinct perspectives: theoretical foundation, operation and international experience. In the first part it analyses theories about the effectiveness of monetary policy (adaptative expectations, rational expectations and the convex Phillips curve) concluding that it has concrete effects on the short-term economic variables, even when it is monitored by the agents. Based on this, it is argued that, in order to avoid the problem of the temporary inconsistency of the monetary authority, it would be desirable to impose some restriction on the Central Bank, and a very efficient way of doing it would be through nominal anchor. Four types of nominal anchors are then presented (exchange-rate, monetary aggregates, inflation and nominal GDP), and from the comparison between the advantages and disadvantages that each one could bring it is concluded that the inflation anchor is more effective. In the sequence, assuming that an economy is already under the inflation target regime, five types of monetary policy instruments, which allows the central bank to intervene in the economy and therefore reach its goals, are discussed. Still under this analysis, it is given special attention to the comparison between the performance of two of the more common instruments in an inflation target regime: interest rate and Monetary Conditions Index. In the last part of the dissertation, through the analysis of four actual cases (New Zealand, United Kingdom, Chile, and Brazil) the intention is to demonstrate how an inflation target regime operates in practice and to what kinds of situation the monetary policy formulators are exposed. The conclusion of the present study is that, despite all criticism that this system has been subject to, the establishment and the development of the inflation target regime has brought a significant advancement in the study of monetary policy and its implications.pt_BR
dc.format.extent127f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectInflaçaopt_BR
dc.subjectPhillips, Curva dept_BR
dc.subjectPolítica econômicapt_BR
dc.subjectPolítica monetáriapt_BR
dc.titleCurva de Phillips e metas de inflaçao : aspectos do debate teórico e da experiencia internacionalpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record