Show simple item record

dc.contributor.advisorVaz, Adriana, 1975-pt_BR
dc.contributor.authorLeal, Selma Soczecki, 1972-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação: Teoria e Prática de Ensinopt_BR
dc.date.accessioned2022-07-05T14:56:25Z
dc.date.available2022-07-05T14:56:25Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/76427
dc.descriptionOrientadora: Profa. Dra. Adriana Vazpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em em Educação: Teoria e Prática de Ensino. Defesa : Curitiba, 10/12/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A pesquisa tem como objetivo compreender como meus recursos internos, enquanto professora, foram sendo aflorados na experiência de aprender/ensinar o ofício de narrar a partir das vivências com os estudantes contadores de histórias, tornandome uma professora contadora de histórias. O estudo dialoga com os pensamentos decoloniais e tem caráter qualitativo, sendo baseado no método (auto)biográfico como alude Franco Ferrarotti (2014) e Marie-Christinie Josso (2004; 2014). A (auto)biografia subsidia a intenção de revisitar meu percurso de vida, enfocando minha trajetória no curso semestral "Arte de Contar História", aplicado para estudantes entre 05 e 14 anos no contraturno escolar, em um Centro Municipal de Educação Cultural, curso esse promovido pela prefeitura do Município de Araucária/PR. Para o diálogo entre prática e teoria apresento a visão de Paul Zumthor (1993; 1997) e Luciana Hartmann (2015; 2018) sobre performance; as considerações de Amadou Hampâté Bâ (2010) sobre a tradição oral africana e os pensamentos de Walter Benjamin (1994), Regina Machado (2015), Celso Sisto (2005), Gilka Girardello (2015) e Ângela Barcellos Café (2015) no que tange a arte de contar histórias. Também são contemplados alguns pesquisadores que apresentam estudos sobre relevância das crianças narrarem suas histórias, tais como: Sonaly Torres Silva Gabriel (2021) e Karin Cozer de Campos (2016). E em conclusão revelo que a possibilidade de revisitar a história de vida é um processo rico no qual eu, professora-pesquisadora, consegui compreender melhor minha trajetória humana e profissional, observando as repercussões das ações e escolhas feitas ao longo de um caminho de vida, e como elas reverberaram em mim e no outro. A pesquisa ainda evidenciou que as trocas de saberes entre professora e estudantes contadores de histórias contribuíram para instauração da performance em ambos, sendo que a flexibilização de poder entre adultos e crianças foi fundamental nesse processo.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The research aims to understand from the assumptions of performance how the internal resources of a Portuguese Language teacher are emerged in the experience of learning/teaching the art and craft of narration, from the experiences with storytelling students, becoming a storyteller teacher. The study dialogues with decolonial thoughts and has a qualitative feature, being based on the (self)biographical method as alluded to by Franco Ferrarotti (2014) and Marie- Christinie Josso (2004; 2014). The (auto)biography subsidizes the intention of revisiting the life path of the researcher, focusing on her trajectory in the one semester course "Art of Storytelling", applied to students between 05 and 14 years old in the after-school period, in a Municipal Center of Cultural Education, a course promoted by the City Hall of Araucária/PR. For the dialogue between practice and theory, I present the vision of Paul Zumthor (1993; 1997) and Luciana Hartmann (2015; 2018) about performance, the considerations of Amadou Hampâté Bâ (2010) about the African oral tradition and the thoughts of Walter Benjamin (1994), Regina Machado (2015), Celso Sisto (2005), Gilka Girardello (2015) and Ângela Barcellos Café (2015) regarding the art of storytelling. Some researchers who present studies on the relevance of children narrating their stories will also be contemplated, such as: Sonaly Torres Silva Gabriel (2021) and Karin Cozer de Campos (2016). In conclusion, the research showed that the possibility of revisiting life history is a rich process in which I, the teacher-researcher, was able to better understand my human and professional trajectory in a better way, observing the validity of my actions and choices, and how they reverberated in myself and in others. It was evident that the exchange of knowledge between teacher and student storytellers contributed to the establishment of performance in both, and that the flexibilization of power between adults and children was fundamental in this process.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectArte - Estudo e ensinopt_BR
dc.subjectArte de contar historiaspt_BR
dc.subjectProfessores - Formaçãopt_BR
dc.subjectArtes e criançaspt_BR
dc.subjectAraucária (PR)pt_BR
dc.subjectEducaçãopt_BR
dc.titleAs artes performáticas de uma comunidade de contadores de históriaspt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record