Show simple item record

dc.contributor.advisorBittencourt, Pulquerio Figueiredo, 1949-pt_BR
dc.contributor.authorCosta, Elisa Xavier dapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Graduação em Ciências Econômicaspt_BR
dc.date.accessioned2022-06-10T20:30:04Z
dc.date.available2022-06-10T20:30:04Z
dc.date.issued2007pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/76384
dc.descriptionOrientador: Pulquerio Figueiredo Bittencourtpt_BR
dc.descriptionMonografia(Graduaçao) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Curso de Ciencias Econômicaspt_BR
dc.description.abstractResumo: As reestruturação na economia brasileira, a partir dos anos 90, definida através do aprofundamento das liberalizações, reformas fiscais, abertura comercial e maior atratividade de recursos externos ao país, implicou numa série de alteração na atividade industriais. Quanto a Companhia Vaie do Rio Doce, maior empresa mineradora do Brasil sofreu algumas alterações devido a este fenômeno. A empresa foi criada em 1942 pelo governo brasileiro, como fruto da necessidade de fornecer minério de ferro, aos países durante a segunda guerra mundial. Em 1997, em virtude das reestruturações ocorridas na década de noventa, foi privatizada, seu controle passou a ser determinado pelo grupo Previ(VALEPAR). Tem apresentado uma trajetória de crescimento praticamente ininterrupta nos últimos anos. Está monografia tem por objetivo contribuir para estudo do aumento do desempenho do segmento de minerais terrosos da Companhia no período de 1997-2005. A pesquisa realizou-se através de pesquisa documental (disponível em livros, sites., teses, artigos, gráficos, revistas específicas e jornais), em busca da história da Companhia e principais elementos que contribuiriam ao seu crescimento. Com base nestes dados e os conceitos propostos por PENROSE (2006), FLECK (2003 e 2004), e FERRAZ (1997). Foi realizada uma análise de crescimento histórico e contábil da empresa, em relação ao período pesquisados. Os resultados mostram que os fatores que mais contribuiriam com o crescimento da empresa, são derivados de estratégias do ambiente, determinados pelo processo de diversificação, iníernacionaíização, aumento da demanda e reestruturação na economia do país. Assim como queda de custos, aquisição e fusões e sobretudo o aproveitamento da estratégia competitiva pelos gestores. A interpretação e análise dos dados basearam-se no referencial teórico, fundamentado na revisão da literatura, pertinente a área de estudo, com auxílio da Teoria do Crescimento da Firma de PENROSE (2006) e FLECK (2003,2004). Os dados estudados no período, mostram a tendência de crescimento da empresa, uma vez que apresenta uma situação financeira, bem estruturada contribuindo para o crescimento na rentabilidade e maior influência do segmento de minério de ferro no país.pt_BR
dc.format.extent92 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCompanhia Vale do Rio Docept_BR
dc.subjectIndústria mineralpt_BR
dc.subjectFerro - Indústriapt_BR
dc.subjectEmpresas - Desempenhopt_BR
dc.titleAnalise do desempenho do segmento de minerais ferrosos da empresa Companhia Vale do Rio Doce : 1997-2005pt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record