Show simple item record

dc.contributor.advisorValle, Pablo Deivid, 1975-pt_BR
dc.contributor.authorSilva, Carlos Eduardo Libero da, 1983-pt_BR
dc.contributor.authorPrado, Negir Cristhiano Silvapt_BR
dc.contributor.authorMarcon Junior, Sergio Ogier Hartmanpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Tecnologia. Curso de Especialização em Engenharia Industrial 4.0pt_BR
dc.date.accessioned2022-06-06T13:26:28Z
dc.date.available2022-06-06T13:26:28Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/76261
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Pablo Deivid Vallept_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Tecnologia, Curso de Especialização em Engenharia Industrial 4.0.pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A indústria têxtil é milenar, sua primeira profissionalização se deu com os antigos artesão que utilizavam em teares manuais para tecer os fios e tecidos utilizado para fabricar as vestimentas da humanidade. Esse segmento acompanhou as três revoluções industriais, sendo que o tear movido a vapor tem um importante significado como símbolo da primeira revolução industrial, destacando sua importância e relevância para a modernização da indústria do vestuário. Com a chegada da quarta revolução industrial, termo cunhado na feira da Hannover na Alemanha e amplamente divulgado através do Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum), muitas discussões se desenvolveram referente aos habilitadores dessa nova revolução, chamada popularmente de Indústria 4.0. Em resposta a demanda de, novamente, se modernizar, a indústria do vestuário tem mostrado abertura para entender essa nova revolução e se adequar a mesma, o que faz necessário uma análise desses habilitadores, elencando suas aplicações e relevância para o segmento, permitindo uma transição para a nova era industrial de forma sistemática e planejada. Desta forma, o presente artigo teve como objetivo principal investigar os habilitadores da Indústria 4.0e suas aplicações e relevância para a Indústria do Vestuário, explorando-os em uma solução conceito para o segmento dos shoppings atacadistas, que muito tem sofrido bastante com os fechamentos do comércio face a pandemia de Covid-19.Ao final, é apresentada uma conclusão do estudo realizado, fornecendo um caminho a ser traçado para que o segmento possa se adequar através de uma mudança gradual, abrangendo algumas soluções existentes no mercado bem como uma demanda para novas soluções que possam se adaptar e permitir a efetiva mudança ao novo cenário.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectInternet das coisaspt_BR
dc.subjectVestuário - Comérciopt_BR
dc.subjectComercio atacadistapt_BR
dc.subjectTecnologiapt_BR
dc.titleIndústria 4.0 : viabilidade na indústria do vestuário em shopping atacadistaspt_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record