Show simple item record

dc.contributor.advisorPorcile, Gabriel, 1959-pt_BR
dc.contributor.authorLeonardi, Giseli Carolinept_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Sociais Aplicadas. Curso de Graduação em Ciências Econômicaspt_BR
dc.date.accessioned2022-04-19T20:09:44Z
dc.date.available2022-04-19T20:09:44Z
dc.date.issued2004pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/75144
dc.descriptionOrientador: Jose Gabriel Porcile Meirellespt_BR
dc.descriptionMonografia(Graduaçao) - Universidade Federal do Paraná,Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Curso de Ciencias Econômicaspt_BR
dc.description.abstractResumo: Análise da relação entre emprego e produtividade, ou seja, mais precisamente como o emprego se comporta frente a um aumento da produtividade e da produção industrial. O crescimento positivo do emprego requer que o crescimento do produto ultrapasse o crescimento da produtividade. É possível dizer que uma elevada taxa de crescimento da produtividade e do emprego são fatores cruciais à determinação da riqueza de um país, ou seja, na medida em que a produtividade e emprego cresçam a taxas elevadas, o bem estar social aumenta. O crescimento da produtividade está ligado à introdução de inovações tecnológicas, fator essencial para aumentar a competitividade da economia. No entanto o que realmente acontece é que um aumento da produtividade industrial não esta relacionado com um mesmo aumento no nível de produção, gerando assim a possibilidade de um aumento do desemprego, caso os outros setores da economia não aumentem sua demanda de trabalho. Através dos testes econométricos verificou-se que o setor industrial gera cada vez menos empregos para uma mesma taxa de expansão de sua produção, algo que a literatura internacional já observava no caso de outros países. Assim, o progresso tecnológico possibilita a produção de maiores quantidades de bens com o mesmo ou até um menor número de trabalhadores. Essa tendência, no entanto, foi especialmente marcada nos casos de Argentina e Brasil em função da liberalização comercial e da política cambial, que promoveram uma rápida reestruturação produtiva, sem um aumento proporcional da produção e do investimento.pt_BR
dc.format.extent34 f.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectProdutividade industrialpt_BR
dc.titleEmprego, produtividade e produçao no setor industrial latino-americanopt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record