Show simple item record

dc.contributor.advisorDomit, Camilapt_BR
dc.contributor.authorNunes, Tawane Yara, 1996-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Campus Pontal do Paraná - Centro de Estudos do Mar. Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicospt_BR
dc.date.accessioned2022-07-19T22:07:05Z
dc.date.available2022-07-19T22:07:05Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/75102
dc.descriptionOrientadora: Prof.ª Dr.ª Camila Domitpt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa : Pontal do Paraná, 28/09/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A conservação de espécies ameaçadas de extinção depende do conhecimento sobre sua distribuição e demografia. A tartaruga-verde (Chelonia mydas) é uma espécie marinha migratória e de ciclo de vida longo, classificada como ameaçada de extinção globalmente. Ao longo do desenvolvimento dependem de diversos habitats e quando juvenis utilizam principalmente áreas de alimentação localizadas na zona costeira, as quais também se sobrepõem a múltiplas atividades antrópicas desenvolvidas nestes ambientes. Neste cenário, o presente estudo busca compreender aspectos da ecologia espacial (conectividade, uso de área etc.) e populacional (sobrevivência, abundância etc.) de juvenis de C. mydas do oceano Atlântico Sul Ocidental (ASO), com base em uma área de alimentação chave no estado do Paraná, sul do Brasil. Para isso foram utilizados dados de marcação e recaptura, e telemetria via satélite, obtidos por meio de capturas intencionais (2014-2020) na região do Complexo Estuarino de Paranaguá (CEP). Ao todo, 199 C. mydas juvenis foram capturados, dos quais 19 foram equipados com transmissores satelitais. Os juvenis de C. mydas capturados no CEP estabelecem conectividade direta principalmente com áreas de alimentação localizadas ao norte, como o estado de São Paulo. Antes de executar deslocamento para outras áreas, os indivíduos têm residência mediana de três meses e fidelidade a uma área de 31 km² (Kernel 50%) no interior do CEP. Embora a área de uso das tartarugas-verde no CEP esteja inserida em Unidades de Conservação (UCs), também estão sobrepostas às de atividades antrópicas, tais como as portuárias, de navegação comercial e turismo, e de pesca artesanal, que expõem os animais ariscos. A agregação avaliada no CEP incluiu juvenis de C. mydas medindo entre 27 e 63 cm de comprimento curvilíneo de carapaça e a abundância estimada variou entre 54 e 131 indivíduos por campanha. A maioria das tartarugas apresentou bom escore corporal, no entanto, 50% estavam afetados por tumores sugestivos de fibropapilomatose. A sobrevivência anual estimada foi menor em C. mydas com tumores (0,62) comparada aos não afetados (0,79). Na maioria dos casos de recaptura, foi observado aumento gradual na carga de tumores individual. Estes resultados indicaram áreas importantes para a espécie na região e que são prioritárias para a conservação e demonstram a importância da efetivação de planos de manejo em UCs em conjunto com o ordenamento espacial marinho das atividades antrópicas desenvolvidas no CEP. Além disso, as informações obtidas alertam a necessidade da inclusão de dados de abundância e sobrevivência em juvenis nas avaliações de risco de extinção da espécie e de maiores investigações sobre a influência de doenças nestes parâmetros. As informações obtidas são relevantes e devem ser monitoradas a longo prazo para dar suporte as ações de conservação de C. mydas e do oceano, tanto em esfera nacional como internacional.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The conservation of endangered species depends on knowledge about their distribution and demography. The green turtle (Chelonia mydas) is a highly migratory and long-lived marine species, globally classified as Endangered. During their development, C. mydas depend on several habitats. When juveniles use mainly foraging ground located in the coastal zone, which overlaps with multiple anthropic activities. Therefore, the present study aims to understand the population and spatial ecology of juvenile C. mydas in the Southwestern Atlantic Ocean (SWA), based on a key foraging ground in Paraná state, southern Brazil. For this, were used methods of mark-recapture and satellite telemetry obtained from mark-and-recapture campaigns (2014-2020) conducted in the Paranaguá Estuarine Complex (PEC), southern Brazil. Overall, 199 juvenile C. mydas were captured and 19 were tracked using satellite telemetry. Juvenile C. mydas captured in the CEP establish direct connectivity mainly with foraging grounds in the north of Brazil, such as the state of São Paulo. Before displacing, juvenile C. mydas have a median residence time of three months and fidelity to an area of 31 km² (Kernel 50%) within the PEC. Although the use area of the green turtles is within Protected Areas (PAs) limits, it also overlaps with anthropic activities, such as ports, commercial navigation and tourism, and artisanal fishing, which expose the animals to multiple threats. The PEC aggregation included juvenile C. mydas measuring between 27 and 63 cm Carapace Curvilinear Length and the estimated abundance varied between 54 and 131 individuals. Most animals presented good body condition. However, 50% were affected by tumors suggestive of fibropapillomatosis, which had lower estimated annual survival (0.62) than those not affected (0.79). Also, a gradual increase in individual tumor burden was observed in most recapture cases. These results highlight the need for further investigations into the influence of disease on sea turtle survivorship and the inclusion of juvenile demographic data in subpopulation extinction risk assessments. Furthermore, reinforce the importance of integrated actions between geopolitical units, the effectiveness of PA management plans, and the implementation of marine spatial planning to ensure the quality of habitat and life for species such as juvenile C. mydas. This information obtained and monitored is crucial to support conservation actions for C. mydas and the ocean at national and international levels.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectTartaruga marinha - Paranápt_BR
dc.subjectEcologiapt_BR
dc.titleEcologia populacional e espacial de tartarugas-verdes juvenis, Chelonia mydas, no litoral do estado do Paranápt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record