Show simple item record

dc.contributor.advisorChong Neto, Herberto Josépt_BR
dc.contributor.authorLesnovski, Thaís Renata Merinopt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletivapt_BR
dc.date.accessioned2022-03-28T18:43:15Z
dc.date.available2022-03-28T18:43:15Z
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/74556
dc.descriptionOrientador: Prof. D. Herberto José Chong Netopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Defesa : Curitiba, 09/01/2019pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p.85-88pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Saúde Coletivapt_BR
dc.description.abstractResumo: O artigo levanta itens que possam estar relacionados com a realização de planejamento de futuro pelo idoso. Para tanto, analisa correlação de fatores comportamentais e socioeconômicos entre as pessoas que possuem ou não planos a curto/médio prazo. Além da aplicação de entrevista estruturada com indivíduos idosos e análise de suas respostas, o estudo ainda faz a validação do conteúdo gerado por especialistas (geriatras, gerontólogos e psicólogos com ação em idosos). Como resultado, mostrou-se relação do planejamento de futuro em idosos com a presença de maior escolaridade, percepção de motivos para se planejar, otimismo frente à vida, sensação de ser capaz de realizar desejos, independência de locomoção e adaptação à sociedade atual. Tais resultados são relevantes para melhor abordagem clínica e à pesquisa do paciente idoso, principalmente na Atenção Primária à Saúde por seu caráter de cuidado longitudinal e interprofissional.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: This article is about searching for items that may be related to the action of planning the future by the elderly. It analyzes the correlation of behavioral and socioeconomic factors among people who have or not short/medium term plans. It applies a structured interview to elderly individuals, analyses their responses, and also validates the final content with specialists (geriatricians, gerontologists and psychologists that work with elderly people). As a result, the study points to the correlation of planning the future by the elderly to the presence of better schooling, purpose of life, optimism towards life, feeling capable to fulfill desires, independence of locomotion and adaptation to current society. These results are relevant for a better approach to the elderly patient on a daily practice and for future scientific researches, especially at Primary Care, with patient centered care and interprofessionality.pt_BR
dc.format.extent88 p. : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectIdosospt_BR
dc.subjectSaúde do idosopt_BR
dc.subjectGeriatriapt_BR
dc.subjectSaúde Coletivapt_BR
dc.subjectEnvelhecimentopt_BR
dc.titleDesenvolvimento de abordagem ao planejamento de futuro em idosospt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record