Show simple item record

dc.contributor.advisorFries, Maximilianpt_BR
dc.contributor.authorAntonelli, Francesco, 1991-pt_BR
dc.contributor.otherFerreira, Francisco José Fonseca, 1948-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Terra. Programa de Pós-Graduação em Geologiapt_BR
dc.date.accessioned2022-03-25T15:01:34Z
dc.date.available2022-03-25T15:01:34Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/74325
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Maximilian Friespt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Francisco José Fonseca Ferreirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa : Curitiba, 19/03/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: A exploração de ouro na Bacia de Castro não é um procedimento simples. Além da complexidade geológica e de estar disseminado em baixos teores, o minério muitas vezes é alojado em veios que raramente afloram devido à alta densidade da cobertura vegetal e espessa camada do solo. De modo a facilitar a determinação de novas jazidas minerais, o presente trabalho sugere a aplicação de métodos geofísicos aéreos e terrestres. Dados aerogamaespectrométricos e aeromagnetométricos foram utilizados na seleção de possíveis depósitos, uma vez que zonas de alteração hidrotermal e feições estruturais podem ser relacionadas com parâmetros radiométricos e lineamentos magnéticos, respectivamente, e estes, por sua vez, ter associação com o minério. A partir do mapa prospectivo da Bacia de Castro gerado com auxílio da aerogeofísica, uma área potencial foi selecionada para as etapas de aquisição da geofísica terrestre. Métodos elétricos, pelo emprego da eletrorresistividade e polarização induzida, e métodos magnéticos, pela utilização da magnetometria e susceptibilidade magnética, foram desempenhados como ferramentas auxiliares nas pesquisas exploratórias da Verdau Mineração Ltda. Os resultados obtidos com o método de polarização induzida (IP) acusaram uma zona de alta cargabilidade até então desconhecida, que deve ser resposta do veio tabular de composição quartzo-adulária, calcedônia e sericita mineralizado com parcela de sulfetos metálicos disseminados, e da zona de alteração argilítica formada por minerais do grupo ilita. As seções de resistividade foram de fundamental importância para mapear falhas de baixo ângulo, caracterizadas nas seções por faixas verticais condutoras, e desta maneira diferenciar os limites da intrusão da rocha hospedeira com a encaixante. A magnetometria revelou uma zona anômala intermediária que pode indicar concentrações de magnetita em meio à matriz de brechas hidráulicas de origem hidrotermal. Respostas magnetométricas usadas em conjunto com o modelo digital de elevação removeram a ambiguidade das anomalias de IP, diferenciando as cargabilidades vinculadas ao depósito das relacionadas ao solo residual e produto dos processos assíncronos de intemperismo dos diques diabásicos. Os resultados obtidos a partir de dados geofísicos 2D e 3D foram confirmados pelas amostras de furos de sondagem. Este trabalho pode ser usado como guia para fases iniciais de campanhas de prospecção aurífera na Bacia de Castro, uma vez que os métodos e técnicas aplicados se mostraram adequados e eficazes.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The exploration of gold in the Castro Basin is a challenging task. Besides the geology complex and low content, the ore sometimes is hosted in subsurface veins of quartzadularia with almost none outcrops, by reason of dense vegetation and thick soil cap. Due to these facts, the present work suggests to apply geophysical methods to help to unveil mineralization zones. Airborne gamma-ray and magnetic data were used to select potential deposits since they can indicate hydrothermal alteration zones and geologic structures related to gold, specifically through radiometric parameters and magnetic lineaments, respectively. From the generated prospectivity map of the Castro Basin it was selected an area to employ geophysics on ground, and the chosen area was the Torre Target. Electrical methods, applied by electrical resistivity and induced polarization, and magnetic methods, by use of magnetometry and magnetic susceptibility, were used to aid the exploration research of Verdau Mineração Ltda through the detection of favorable locals of gold mineralization in the target. The induced polarization method accused an anomalous and unknown zone that must be related with an argillitic alteration zone but also the quartz-adularia, chalcedony and sericite vein, rock where the ore presents higher concentrations of gold and where are parcels of disseminated metallic sulfides. Resistivity sections were fundamental for map vertical faults, features that could be linked with the vein intrusion. Magnetic signals revealed an intermediate zone that must be associated to the concentration of magnetite amid the matrix of breccias, which in turn are associated with the same hydrothermal events. Besides have helped to understand the structural framework of the area, magnetometric responses used together with the digital elevation model removed ambiguities of the induced polarization results, separating the chargeabilities of the deposit from the chargeabilities of the residual soil cap, product of the diabase dykes weathering processes and with no connection. Results obtained from 2D and 3D geophysical data were compared with drilling holes samples and showed good correlation. This work can be used as a guide for exploration research in the Castro Basin since the methods and techniques applied exhibited to be adequate.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEspectrometria de raio gamapt_BR
dc.subjectGeofisicapt_BR
dc.subjectGeologiapt_BR
dc.titleGeofísica aplicada na exploração de ouro do alvo Torre, Bacia de Castro-PRpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record