Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Dennison de, 1964-pt_BR
dc.contributor.authorOliveira, Emerson do Prado, 1977-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2022-03-18T17:16:20Z
dc.date.available2022-03-18T17:16:20Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/74210
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Dennison de Oliveirapt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa : Curitiba, 04/10/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O Brasil participa das operações de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) desde 1947. Nestes 70 anos,o país integrou diversos contingentes, enviando mais de 40 mil militares brasileiros, empregados na busca desoluções de conflitos internacionais. Entretanto, a recente Missão para Estabilização do Haiti (MINUSTAH) foia que teve mais projeção midiática, em virtude de farta cobertura jornalística. Este trabalho pretende analisar asmatérias jornalísticas do Haiti. O objetivo é observar qual foi a análise feita pelos jornais do Haiti a respeito daparticipação das tropas brasileiras na MINUSTAH. A análise histórica das ações de segurança empreendidaspelo Exército Brasileiro na capital haitiana e no interior do Haiti (entre os anos de 2004 e 2017), será realizadacom base nos eventos noticiados pelos principais periódicos haitianos, disponíveis por meio eletrônico na redemundial de computadores, assim como das matérias divulgadas pelo Portal Brasil. Em relação à imprensaHaitiana, serão utilizados os jornais Le Nouvelliste, AlterPresse, Haiti Libre, Haiti Liberté e Haiti Network.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Brazil has participated in the peace operations of the United Nations (UN) since 1947. In these 70 years, thecountry has integrated several contingents, sending more than 40 thousand Brazilian soldiers, employed in thesearch for solutions to international conflicts. However, a recent Mission for Stabilization in Haiti (MINUSTAH)was the one that had the most media coverage, due to ample press coverage. This work intends to analyze thejournalistic articles from Haiti. The objective is to observe what was an analysis made by newspapers in Haitiregarding the participation of Brazilian troops in the MINUSTAH. The historical analysis of the security actionsundertaken by the Brazilian Army in the Haitian capital and in the interior of Haiti (between the years 2004 and2017), will be carried out based on the events reported by the main Haitian periodicals, available electronicallyon the World Wide Web , as well as the materials published by Portal Brasil. In relation to the Haitian press, thenewspapers Le Nouvelliste, AlterPresse, Haiti Libre, Haiti Liberté and Haiti Network will be used.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo ([117] p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectNações Unidaspt_BR
dc.subjectForças de pazpt_BR
dc.subjectConstrução da pazpt_BR
dc.subjectBrasil - Relações exteriorespt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.titleEstabilização do Haiti : a ótica da mídia haitiana em torno da atuação do Brasil na Minustahpt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record