Show simple item record

dc.contributor.advisorFrighetto, Renan, 1974-pt_BR
dc.contributor.authorCaprino, Andréia Rosin, 1989-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Históriapt_BR
dc.date.accessioned2022-03-24T15:51:03Z
dc.date.available2022-03-24T15:51:03Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/74206
dc.descriptionProfessor orientador: Dr. Renan Frighettopt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História. Defesa : Curitiba, 17/09/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 209-217pt_BR
dc.description.abstractResumo: A presente tese possui como objetivo analisar o conceito de ecclesia segundo o pensamento de Jerônimo de Estridão. "Ecclesia", nomenclatura latina cuja origem grega designa "assembleia, reunião", é a palavra que desde o advento do cristianismo passa a designar o corpo de pessoas que professam a fé cristã. Jerônimo foi um autor cristão que viveu durante a segunda metade do século IV d.C. e as primeiras décadas da quinta centúria, tendo circulado por muitas regiões do espaço romano, dentre as quais destacamos a cidade de Roma, e Belém, na Palestina. Ao longo dos anos 300 o cristianismo estava longe de encontrar unidade doutrinária, já que nesse momento da tardo-antiguidade a multiplicidade de crenças em seu interior era grande, além da atuação específica de cada imperador em relação à gestão da política, da sociedade, da economia e da religião. O escritor produz obras de caráter histórico, apologético, biográfico, entre outras, as quais constituem um legado importante para a história romano-cristã ocidental. Os principais escritos analisados são a Crônica, o Debate entre um luciferiano e um ortodoxo e as Cartas 15 e 16 do seu epistolário, elaboradas aproximadamente entre os anos 376 e 381. Estas obras, ao mesmo tempo em que divergem quanto ao gênero e tema, possuem a característica em comum de defender a crença nicena, de maneira explícita ou não. Tal crença fora estipulada como a verdadeira no Concílio de Niceia de 325, contudo nunca recebeu consentimento de todos os fiéis; o trabalho jeronimiano vai ao encontro de esforços da época em definir uma ortodoxia pautada na fé nicena. No decorrer do trabalho percebemos que, para o autor, a ideia de ecclesia está vinculada de forma direta à ortodoxia nicena. O tema é relevante para conhecermos um pouco das condições políticoreligiosas da Antiguidade Tardia através do olhar de um personagem de envergadura da época.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The present thesis aims to analyze the concept of ecclesia according to the thought of Jerome of Stridon. "Ecclesia", Latin nomenclature whose Greek origin designates "assembly, gathering", is the word that since the advent of Christianity has designated the body of people who profess the Christian faith. Jerome was a Christian author who lived during the second half of the fourth century A.D. and the first decades of the fifth century, and circulated in many regions of Roman world, among which we highlight the city of Rome, and Bethlehem, in Palestine. During the 300s, Christianity was far from finding doctrinal unity, since at this time in late antiquity the multiplicity of beliefs within it was great, in addition to the specific actions of each emperor in relation to the management of politics, society, economics, and religion. The writer produces works of a historical, apologetic, and biographical nature, among others, which constitute an important legacy for Western Roman-Christian history. The main writings analyzed are the Chronicle, the Dialogue against the Luciferians, and the Letters 15 and 16 of his epistolary collection, written approximately between the years 376 and 381. These works, while differing in genre and theme, have the common characteristic of defending the Nicene belief, explicitly or not. This belief was stipulated as the true one at the Council of Nicaea in 325, but never received the consent of all the faithful; the Jeronimian work meets the efforts of the time to define an orthodoxy based on the Nicene faith. Throughout the work we see that, for the author, the idea of ecclesia is directly linked to the Nicene orthodoxy. The theme is relevant for us to know a little about the political-religious conditions of Late Antiquity through the eyes of a personage of the time.pt_BR
dc.description.abstractRiassunto: Il presente testo mira ad analizzare il concetto di ecclesia secondo il pensiero di Girolamo di Stridone. "Ecclesia", nomenclatura latina la cui origine greca designa "assemblea, riunione", è la parola che dall'avvento del cristianesimo designa il corpo di persone che professano la fede cristiana. Girolamo fu un autore cristiano che visse durante la seconda metà del IV secolo d.C. e i primi decenni del V secolo, avendo circolato in molte regioni dello spazio romano, tra le quali si evidenzia la città di Roma, e Betlemme, in Palestina. Durante tutto il 300, il cristianesimo era lontano dal trovare un'unità dottrinale, poiché in quel periodo della tarda antichità, la molteplicità delle credenze al suo interno era grande, oltre all'azione specifica di ogni imperatore in relazione alla gestione della politica, della società, dell'economia e della religione. Lo scrittore produce opere di carattere storico, apologetico e biografico, tra le altre, che costituiscono un'importante eredità per la storia occidentale romano-cristiana. I principali scritti analizzati sono la Cronaca, il Disputa tra un luciferiano e un ortodosso e le Lettere 15 e 16 del suo epistolario, elaborate approssimativamente tra gli anni 376 e 381. Queste opere, pur essendo diverse per genere e tema, hanno la caratteristica comune di difendere il credo niceno, esplicitamente o meno. Tale credenza fu stipulata come la vera al Concilio di Nicea nel 325, ma non ricevette mai il consenso di tutti i fedeli; l'opera geronimiana risponde agli sforzi dell'epoca nel definire un'ortodossia basata sulla fede nicena. In tutta l'opera vediamo che, per l'autore, l'idea di ecclesia è legata direttamente all'ortodossia nicena. Il tema è rilevante per noi per conoscere un po' le condizioni politico-religiose della tarda antichità attraverso gli occhi di un personaggio dell'epoca.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (227 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectJeronimo, Santo, m. 419 ou 20pt_BR
dc.subjectHistoria eclesiastica - Igreja primitiva - ca. 30-600pt_BR
dc.subjectHistóriapt_BR
dc.titleIn arianum dogma declinat : a ecclesia nicena no pensamento de Jerônimo de Estridão (376-392 d.C.)pt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record