Show simple item record

dc.contributor.advisorNegrelle, Raquel Rejane Bonato, 1956-pt_BR
dc.contributor.authorSalimon, Cleber Ibraimpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Botânicapt_BR
dc.date.accessioned2022-06-29T14:34:16Z
dc.date.available2022-06-29T14:34:16Z
dc.date.issued1996pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/74203
dc.descriptionOrientador: Profª Drª Raquel Rejane Bonato Negrellept_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Curso de Pós-Graduação em Botânicapt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 49-54pt_BR
dc.description.abstractResumo: A maior parte das áreas florestais no domínio da Floresta Atlântica se encontra degradada devido a diferentes pressões antrópicas. Dada a importância do conhecimento científico para se encontrar possíveis soluções para os problemas ambientais cada vez mais notórios, tem-se estudado relictos de florestas nativas intactas, e também áreas abandonadas para se obter dados sobre os processos naturais de regeneração. No intuito de ampliar estes conhecimentos, foi realizado um estudo da composição florística, estrutura e dinâmica de uma comunidade vegetal em estágio seral inicial de 8 anos, em Floresta Ombrófíla Densa das Terras Baixas, na Reserva Volta Velha, Itapoa-SC, Brasil. Foram utilizados os métodos usuais de coleta, herborização e identificação das espécies encontradas, e a análise estrutural foi feita utilizando-se 36 parcelas retangulares de 20 X 10m, sendo incluídas todas as plantas arbustivo/arbóreas com no mínimo 1 metro de altura. Os resultados obtidos foram os seguintes: 1- Foram encontradas 96 espécies, dentro de 68 gêneros e 44 famílias; as famílias com maior número de espécies foram Myrtaceae e Asteraceae com 8 espécies cada, e o gênero mais representado foi llex, com 4 espécies; 2- A distribuição geográfica das espécies variou desde Floresta Ombrófíla Densa até Vegetação de Restinga, e algumas ocorrem também em Floresta Ombrófíla Mista, Florestas Estacionais e Cerrado; 3- As espécies mais importantes (parâmetros fitossociológicos) no local foram Psidium cattleyanum, Eupatorium casarettoi, Ocotea pulchella e Ternstroemia brasiliensis, entre outras; 4- Quanto a similaridade, a área mais similar à do presente estudo foi outra área vizinha abandonada há 35 anos; áreas de restinga também demostraram ser relativamente semelhantes; 5- O grupo ecológico com maior número de espécies foi o de pioneiras, e houve um maior número de espécies nas parcelas de borda, mostrando que a maior parte das espécies não toleram as condições extremas do centro da clareira, e sua colonização se dá via bordas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Most part of the Atlantic Rain Forest has already been degraded because of different antropic pressures. Since the scientific knowledge is important for the rise of possible solutions to the ever growing environmental problems, many studies have been made in relicts of intact forests and also in abondoned lands to obtain data on the processes of natural regenaration. In this paper, we studied the floristic composition, structure and the dynamics of a plant comunity in a seral stage with 8 years of age in a Lowland Ombrofilous Dense Forest, in Itapoa, SC, Brasil. An area of 0,72 ha plot was divided in 36 subplots of 20 x 10m, where all individuals greater than 1 m tall were included. The results are as follows: 1-95 species were collected, within 68 genera and 44 families; the most species rich families were Myrtaceae and Asteraceae with 8 species each, and the most species rich genus was Ilex, with 4 species; 2- the species geographic distribution ranged from Ombrofilous Dense Forest to Restinga Vegetation, and some species also occur in Mixed Ombrofilous Forest, Seasonal Forests and Cerrado (savanah); 3- the most important species (in biomass and number of individuals/ha) were Psidium cattleyanum, Eupatorium casarettoi, Ocotea pulchella and Temstroemia brasiliensis; 4-the most similar area to the present one was a near vegetation which was agricultural land abandoned 35 years ago; Restinga Vegetations showed relative similarity too; 5- Pioneers was the ecological group with more number of species, and more species were found in the border subplots, indicating that most part of the species do not tolerate the extreme conditions of the gap centre, and they colonize the area through the borders.pt_BR
dc.format.extent54f. : il., grafs., tabs., mapas ; 29 cm.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.relationDisponível em formato digitalpt_BR
dc.subjectBotânicapt_BR
dc.subjectFloresta ombrofila - Itapoa (SC)pt_BR
dc.subjectBotânicapt_BR
dc.titleComposição florística, análise estrutural e dinâmica sucessional de um estágio seral inicial em um trecho de Floresta Ombrófila Densa das Terras Baixas - Itapoá, SCpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record