Show simple item record

dc.contributor.advisorReissmann, Carlos Brunopt_BR
dc.contributor.authorSantos, Gedir de Oliveirapt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciencias Agrárias. Programa de Pós-Graduaçao em Engenharia Florestalpt_BR
dc.contributor.otherMarques, Renatopt_BR
dc.contributor.otherKoehler, Henrique Soares, 1953-pt_BR
dc.date.accessioned2013-05-24T19:14:00Z
dc.date.available2013-05-24T19:14:00Z
dc.date.issued2013-05-24
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/1884/7408
dc.description.abstractO presente trabalho teve o objetivo de estudar o efeito do solo contaminado com petróleo no crescimento, nutrição e estrutura do lenho juvenil de mudas de três espécies florestais. O experimento foi conduzido em campo e casa de vegetação para Podocarpus lambertii e em casa de vegetação para Allophylus edulis e Mimosa scabrella. O experimento em campo foi realizado em duas áreas contaminadas com petróleo (C1 e C2) e uma área não contaminada. O experimento em casa de vegetação teve três tratamentos: solo contaminado com petróleo, solo contaminado com petróleo e adubado com NPK e solo não contaminado. Cada tratamento teve oito repetições. As variáveis estudadas foram: altura das plantas, diâmetro da base do caule, biomassa da raiz e parte aérea, teor de pigmentos fotossintéticos e nutrientes nas folhas. Para o estudo da estrutura do lenho juvenil foram utilizadas apenas as plantas do solo contaminado com petróleo e solo não contaminado. As plantas de Podocarpus lambertii da área C1 reduziram o crescimento, biomassa e teores dos pigmentos fotossintéticos. Além disso, observou-se redução no comprimento e aumento na espessura da parede celular das traqueídes. Em contraste, as plantas da área C2 apresentaram um aumento no crescimento, biomassa e não foi observada nenhuma alteração nas traqueídes. Não foi observada alteração no teor de N nas plantas da área C1 e C2, entretanto, o teor de P e Mg foram reduzidos. Para o experimento de casa de vegetação, Podocarpus lambertii e Mimosa scabrella reduziram crescimento e biomassa em solo contaminado. O teor de pigmentos fotossintéticos foram reduzidos em Podocarpus lambertii e aumentados em Mimosa scabrella. A adição de adubo parcialmente minimizou os efeitos negativos em Podocarpus lambertii e aumentou altura e biomassa de Mimosa scabrella. Sob o ponto de vista nutricional, a presença do contaminante reduziu os teores de N, P, Mg, Fe e Zn em Podocarpus lambertii e a adubação com NPK nos solos contaminados aumentou os teores de N, P, Fe e Zn. Além disso, não foi observada nenhuma alteração significativa no lenho juvenil de Podocarpus lambertii. Os teores de nutrientes nas folhas de Mimosa scabrella foram pouco afetados pela presença do contaminante. O lenho juvenil dessa espécie apresentou redução no comprimento, diâmetro e espessura da parece celular dos vasos. Observou-se também redução no diâmetro da base do caule e aumento no número de vasos por mm2. Allophylus edulis não apresentou alteração na estrutura do lenho juvenil, na biomassa e nos teres de pigmentos fotossintéticos entre as plantas do solo contaminado e não contaminado. A adubação com NPK no solo contaminado gerou um aumento significativo na altura e na biomassa das plantas. Em todas as plantas estudadas, houve um aumento significativo no teor de Mn nas plantas crescendo em solo contaminado com petróleo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEngenharia Florestal - Tesespt_BR
dc.subjectSolos - Poluiçãopt_BR
dc.subjectTesespt_BR
dc.subjectSolos - Poluição por petróleopt_BR
dc.subjectBracatingapt_BR
dc.subjectPinho-bravopt_BR
dc.subjectSolos - Remediaçãopt_BR
dc.subjectVacunzeiropt_BR
dc.titleCrescimento, nutrição e estrutura do lenho juvenil de três espécies florestais com potencial de fitorremediação em solos contaminados com petróleopt_BR
dc.typeTesept_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record