Show simple item record

dc.contributor.advisorHermes, Eliane, 1985-pt_BR
dc.contributor.authorBilibio, Júlia Gavião, 1998-pt_BR
dc.contributor.otherSimadon, Karla Gabriella, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Curso de Graduação em Ciências Biológicaspt_BR
dc.date.accessioned2022-03-14T13:35:34Z
dc.date.available2022-03-14T13:35:34Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/73972
dc.descriptionOrientadora : Eliane Hermespt_BR
dc.descriptionCoorientadora: Karla Gabriella Simadonpt_BR
dc.descriptionMonografia (graduação) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Palotina, Curso de Graduação em Ciências Biológicas.pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo : A produção e industrialização brasileira de carne de peixe e frango se destaca mundialmente e vem crescendo a cada ano. A água é essencial nessa produção sendo consumida em grande quantidade, gerando efluentes que devem ser tratados de maneira correta antes do lançamento no ambiente. Para isso são utilizados tratamentos preliminares, primários, secundários e terciários. Inserido no nível secundário está o sistema de lodos ativados muito utilizado por indústrias que consiste em associação de diferentes microrganismos que oxidam a matéria orgânica presente no efluente. Assim o presente estudo teve como objetivo avaliar a eficácia de um sistema de lodo ativado de uma agroindústria do oeste paranaense e juntamente observar a microfauna presente no mesmo. Foram coletadas semanalmente amostras no sistema, mais precisamente na entrada da lagoa anóxica, saída do reator biológico e saída do decantador e através dessas amostras foram analisados os parâmetros de pH, demanda química de oxigênio (DQO), demanda bioquímica de oxigênio (DBO), nitrogênio e fósforo. Já as análises dos microrganismos foram feitas através de microscopia. Os parâmetros avaliados demostraram valores finais (pós tratamento) menores que os iniciais (efluente bruto) como o pH que inicialmente variava de 6,85 a 7,23 e pós tratamento passou a ser de 4,87 a 7,07, DQO obteve uma remoção média de 87,73% e a DBO de 91,98%. Para os nutrientes o tratamento removeu 61,73% de nitrogênio e 15,54% do fósforo, sendo eficiente na remoção de matéria orgânica. A microfauna do sistema apresentou grande número e diversidade de microrganismos, demonstrando boa qualidade do sistema em operação.pt_BR
dc.format.extent1 recurso online : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectMatéria orgânicapt_BR
dc.subjectEfluente Agroindustrialpt_BR
dc.subjectDiversidade Microbianapt_BR
dc.titleMonitoramento de sistema de lodo ativado através de análises físico-químicas e microscópicaspt_BR
dc.typeMonografia Graduação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record