Show simple item record

dc.contributor.authorCarneiro Junior, Wilson Luispt_BR
dc.contributor.otherKolm, Hedda Elisabethpt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Campus Pontal do Paraná - Centro de Estudos do Mar. Curso de Graduação em Oceanografiapt_BR
dc.date.accessioned2022-03-14T10:45:20Z
dc.date.available2022-03-14T10:45:20Z
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/73954
dc.descriptionProfa. Dra. Hedda Elisabeth Kolmpt_BR
dc.descriptionMonografia (Graduação) - Curso de Oceanografia, Centro de Estudos do Mar, Setor de Ciências da Terra, Universidade Federal do Paraná.pt_BR
dc.description.abstractA água subterrânea tem um papel importante no abastecimento de água para consumo humano e encontra-se em aquiferos. No litoral do Paraná os. aquiferos são classificados como aquiferos livres, pois têm influência direta da superficie. Sua composição é resultante da drenagem da água desde o solo até o aquifero. Por isso são recursos extremamete delicados e sujeitos à contaminação por atividades antrópicas. O estudo foi desenvolvido na Vila das Encantadas-Ilha do Mel. Nela não há tratamento de esgoto, estes são lançados em fossas sépticas. As análises das águas foram feitas em 26 poços residenciais, dos próprios moradores, em que foram analisados parâmetros fisico-químicos (pH, cor, turbidez, temperatura, ferro e salinidade) e microbiológicos (coliformes totais e Escherichia coli). Também foi analisada, em quatro pontos, a água do principal rio (sangradouro) que corta a vila. Com o intuito de avaliar a qualidade da água dos poços e do aquifero livre, os resultados foram comparados com a da Portaria nº 2.914 de 12 de dezembro de 2011 do Ministério da Saúde, que estabelece valores máximos permitidos para cada parámetro de qualidade da água para consumo humano. Em cada um dos 26 poços amostrados, foram encontrados valores acima dos permitidos pela legislação em um ou mais parâmetros. O mais discrepante foi o pH, cujos valores foram abaixo dos legalmente estabelecidos, em todos os poços. A turbidez esteve acima do permitido em 4 dos 26 poços. O ferro principalmente no poço 13 e a cor no poço 7. Não foi detectada a presença da E. coli, principal indicador de contaminação por esgotos domésticos em nenhum dos poços, exceto no caso do morador que canalizou água superficial. No rio que corta a vila, os valores de coliformes totais e E. coli foram acima de 8.064,3 NMP/100mL. Palavras-chaves: aquiferos costeiros, qualidade da água, Ilha do Mel, poços residenciais, Escherichia coli.pt_BR
dc.format.extent53f. : il. , grafs., maps., tabs.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAquiferos - Paraná, Rio, Baciapt_BR
dc.subjectControle de qualidade da águapt_BR
dc.titleAvaliação da qualidade físico-química e bacteriológica das águas de rio e de poços residenciais na Práia das Encantadas (Ilha do Mel), Paraná, Brasil.pt_BR
dc.typeMonografia Graduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record