Show simple item record

dc.contributor.advisorTetto, Alexandre França, 1974-pt_BR
dc.contributor.authorZecchin, André Luís dos Santos, 1982-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Laboratório de Incêndios Florestais. Curso de Especialização em Prevenção e Combate aos Incêndios Florestaispt_BR
dc.date.accessioned2022-02-18T20:36:20Z
dc.date.available2022-02-18T20:36:20Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/73166
dc.descriptionOrientador : Prof. Dr. Alexandre França Tettopt_BR
dc.descriptionMonografia (especialização) - Universidade Federal do Paraná, Laboratório de Incêndios Florestais, Curso de Especialização em Prevenção e Combate aos Incêndios Florestaispt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 36-41pt_BR
dc.description.abstractResumo: Embora o Cerrado seja um bioma com fitofisionomias na sua maioria adaptadas ao fogo, os incêndios podem causar danos a esses ambientes. Por outro lado, a eliminação total do fogo nesse bioma não demonstra ser a solução. Os incêndios podem causar danos, uma vez que, em função do acúmulo de material combustível e da baixa umidade da estação seca tendem a gerar temperaturas extremamente altas, que são prejudiciais à flora e à fauna. A literatura científica demonstra que as queimas prescritas, no âmbito do manejo integrado do fogo, podem ser fatores modificantes para o regime do fogo, que além de proteger os ecossistemas sensíveis dos incêndios, atuam na redução de material vegetal combustível, manutenção da diversidade das comunidades vegetais nativas e controle de espécies exóticas invasoras. Esse trabalho teve como objetivo revisar a literatura científica, buscando avaliar o manejo integrado do fogo como técnica de prevenção aos incêndios em unidades de conservação no Cerrado, tendo como objetivos específicos: (i) identificar pesquisas publicadas sobre o manejo integrado de fogo em unidades de conservação federais no Cerrado; e (ii) identificar pesquisas publicadas que avaliaram a relação do efeito das queimas prescritas sobre a fauna silvestre em fitofisionomias do cerrado. A revisão foi realizada nas bases Web of Science, Scielo e Google Acadêmico. A busca identificou 132 referências Depois de uma análise preliminar, 19% (25) dos trabalhos científicos preencheram os requisitos das palavras-chave utilizadas na busca. Desse total, quase metade dos trabalhos (11) eram relativos a pesquisas desenvolvidas na Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, sete no Parque Nacional Serra da Canastra, dois no Parque Nacional Chapada das Mesas, dois no Parque Nacional das Sempre Vivas, um no Parque Nacional Chapada dos Guimarães e dois desenvolvidas conjuntamente na Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, no Parque Estadual do Jalapão e no Parque Nacional Chapada das Mesas. O fato da maior parte dos trabalhos encontrados referir-se à Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins se justifica pela unidade de conservação ser precursora nos trabalhos com manejo integrado do fogo. Para relação do efeito das queimas prescritas sobre a fauna, pode-se identificar 63 referências. Depois da análise preliminar destas referências, 8 trabalhos científicos preencheram os requisitos buscados e foram revisados. Em função de ser uma prática recentemente incorporada ao manejo de áreas naturais, há escassez de dados de pesquisa sobre os efeitos do fogo na fauna. No Brasil são recentes as iniciativas que vêm rompendo o paradigma de fogo zero. O manejo integrado do fogo (MIF) ainda é novidade no país e, portanto, a incorporação desse tipo de manejo em unidades de conservação está no começo. O reflexo disso, conforme verificado por esse trabalho, é a existência de um número pequeno de pesquisas sobre o tema e assuntos correlatos. No entanto, desde 2014 o MIF vem demonstrando ser uma tendência positiva para a gestão em unidades de conservação localizadas no Cerrado.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Although the Cerrado is a biome with phytophysiognomies mostly adapted to fire, fires can cause damage to these environments. On the other hand, the total elimination of fire in this biome does not prove to be the solution. Fires can cause damage, since, due to the accumulation of combustible material and the low humidity of the dry season, eventual fires tend to generate extremely high temperatures that are harmful to flora and fauna. The scientific literature demonstrates that the prescribed burns, within the scope of integrated fire management, can be modifying factors for the fire regime, which in addition to protecting sensitive ecosystems from fires, act in the reduction of combustible plant material, maintaining the diversity of communities native plants and control of invasive alien species. This work aimed to review the scientific literature seeking to evaluate integrated fire management as a fire prevention technique in conservation units in the Cerrado, with the specific objectives of: (i) to identify research on integrated fire management in federal conservation units in Cerrado and (ii) to identify research that evaluated the relationship of prescribed burns effect on the Cerrado wild fauna. The review was carried out using the Web of Science, Scielo and Google Scholar databases. The search identified 132 bibliographic references. After a preliminary analysis, only 19% (25) of scientific articles met the requirements sought. Of this total, almost half (11) were related to research carried out at the Serra Geral do Tocantins Ecological Station, 7 Serra da Canastra National Park, 2 Chapada das Mesas National Park, 2 Sempre Vivas National Park, 1 Chapada dos Guimarães National Park and 2 simultaneously at Serra Geral do Tocantins Ecological Station, Jalapão State Park and Chapada das Mesas National Park. The fact that most of the articles found refer to the Serra Geral do Tocantins Ecological Station (EESGT) is justified by the conservation unit being a precursor in works with integrated fire management. For a list of the effect of the prescribed burns on the fauna, 63 bibliographic references can be identified. After analyzing these references, preliminary only 08 scientific articles fulfilled the requirements sought and were revised. As a practice recently incorporated into the management of natural areas, there is still a lack of research data on the effects of fire on fauna. In Brazil, initiatives that have been breaking the zero fire paradigm are still very recent. Integrated fire management (MIF) is still new in our country and, therefore, the incorporation of this type of management in conservation units is still in its infancy. The reflection of this, as verified by this work, is the existence of a small number of research on the theme and related subjects. However, since 2014 the MIF has been showing a positive trend for management in a protected area located in the Cerrado.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (41 p.) : PDF.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectQueimada ordenada - Cerradospt_BR
dc.subjectFogo e ecologia - Cerradospt_BR
dc.subjectIncêndios florestais - Cerradospt_BR
dc.subjectIncêndios florestais - Prevenção e controlept_BR
dc.subjectÁreas de conservação de recursos naturais - Cerradospt_BR
dc.titleManejo integrado do fogo no cerrado : panorama atual das Unidades de Conservação Federais e o efeito das queimas prescritas sobre a fauna silvestrept_BR
dc.typeMonografia Especialização Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record