Show simple item record

dc.contributor.advisorCavenago, Bruno Cavalini, 1984-pt_BR
dc.contributor.authorLeal, Renata Maira de Souza, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologiapt_BR
dc.date.accessioned2021-09-09T16:30:02Z
dc.date.available2021-09-09T16:30:02Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71755
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Bruno Cavalini Cavenagopt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Defesa : Curitiba, 19/03/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 47-50pt_BR
dc.description.abstractResumo: O preparo do sistema de canais radiculares é uma etapa fundamental durante o tratamento endodôntico, sendo necessário para promover a sua limpeza e descontaminação, além de contribuir para uma obturação com condições de promover um melhor selamento. O aumento na dilatação do diâmetro apical aumenta significativamente a limpeza dos canais, favorecendo a melhor remoção de debris, no entanto, ainda não há um consenso na literatura de qual é o diâmetro ideal para o preparo apical nos diferentes grupos dentários, pois a condição anatômica pode ser muito variável. As gerações de instrumentos de Níquel-Titânio (NiTi) disponíveis baseiam-se em melhorias no design, cinemáticas e liga metálica com diferentes tratamentos térmicos, como benefícios, esses instrumentos proporcionam preparos mais efetivos e seguros. Os incisivos inferiores são os dentes com menores dimensões de um adulto, sendo a configuração anatômica com uma única raiz e um único canal radicular (tipo I de Vertucci) ovalado a mais frequente, com incidência de 50% a 99,6%, porém, a configuração anatômica 1-2-1 (tipo III de Vertucci) é descrita como a segunda mais frequente, com incidência de 0,6 a 33%, e apesar da grande prevalência, ainda não há estudos avaliando o preparo endodôntico nesta condição anatômica específica. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos decorrentes do preparo de canais radiculares com configuração anatômica tipo III de Vertucci de incisivos inferiores com sistemas de instrumentos mecânicos rotatórios com diferentes tratamentos térmicos. Foram selecionados trinta e seis incisivos inferiores humanos extraídos com canais radiculares tipo III de Vertucci, pareados anatomicamente através de microtomografia computadorizada (micro-CT) (Skyscan 1174, BrukermicroCT, Kontich, Bélgica) com um tamanho de voxel de 16,8 ?m, e distribuídos em 3 grupos (n=12), de acordo com o sistema mecânico rotatório utilizado no preparo do canal radicular. Sendo o primeiro sistema o HyFlex CM (HCM), com tratamento térmico de controle de memória, o qual aumenta a sua flexibilidade e a resistência à fadiga cíclica. O segundo sistema, HyFlex EDM (HEDM), fabricado em processo de erosão térmica por descargas elétricas, otimizando a resistência à fratura e flexibilidade. E o terceiro e último, o Sequence Rotary File (SRF), com o tratamento térmico blue, que também proporciona um aumento na flexibilidade e resistência à fadiga cíclica. Foi realizada uma irrigação ultrassônica passiva (PUI) após o preparo com os instrumentos com diâmetro de ponta de 0,25mm e após o preparo com os instrumentos com diâmetro de ponta de 0,40mm. Em seguida, os dentes foram novamente escaneados através da micro-CT, após ambos os preparos, utilizando o mesmo aparelho e os mesmos parâmetros utilizados para seleção da amostra. Após a reconstrução e o registro das imagens obtidas, pré e pós instrumentações, deixando-as na mesma posição, foi mensurado o volume de canal (mm3), o menor e maior diâmetro dos canais vestibular e lingual, a espessura de dentina (mm), para obter a porcentagem de redução após a instrumentação, o transporte do canal radicular e a centralização, a porcentagem de debris acumulados e a porcentagem de áreas não tocadas. Os dados volumétricos foram analisados estatisticamente pelos testes ANOVA e Tukey para dados paramétricos e Kruskal-Wallis e Dunn para não paramétricos (P<0.05). O aumento de volume na transição do instrumento 0,25mm para 0,40mm foi mais evidente na região apical, sendo considerável nos três segmentos avaliados para os sistemas HCM e SRF. Houve um aumento do diâmetro do canal radicular, em ambos os sentidos, após o preparo com os instrumentos 0,25mm, sendo maior após o preparo 0,40mm. No segmento de 1mm aquém do vértice apical, após o preparo com o instrumento 0,40mm, o SRF proporcionou uma redução na espessura da dentina significativamente maior na parede vestibular. O preparo foi considerado centralizado no sentido mésio-distal em todos os grupos e terços avaliados, no entanto, houve um maior transporte no sentido vestíbulo-lingual após ambas dilatações. O preparo com instrumentos 0,40mm reduziu a porcentagem de paredes não tocadas em todos os terços do grupo SRF e nos terços médio e apical do grupo HCM (P<0.05). Não houve diferença entre os sistemas e a região apical foi a que apresentou a maior porcentagem de paredes não tocadas. Não houve diferença entre os sistemas com relação ao acúmulo de debris e o terço cervical apresentou menor volume para os três grupos. Assim, pode-se concluir que o preparo com os instrumentos HCM, HEDM e SRF com diâmetro de ponta 0,40mm se mostrou efetivo, deixando um remanescente dentinário seguro, não apresentando diferenças significativas com relação ao transporte e centralização do canal radicular e reduzindo as áreas não tocadas, principalmente na região apical, para todos os sistemas.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The root canal preparation is a fundamental step during endodontic treatment. It is necessary to promote its cleaning and decontamination, contributing to the obturation with conditions to promote a better sealing. A mechanical increase in the size of the apical preparation significantly increases the cleaning of the canals, favoring debris removal. However, there is no consensus in the literature as to the ideal diameter for the apical preparation in different dental groups because the anatomical condition varies significantly. The generations of nickel-titanium (NiTi) instruments available are based on improvements in design, cinematics, and metal alloy with different heat treatments. These instruments have the benefit of providing more effective and safe preparations. The mandibular incisors are the smallest teeth of an adult, and the anatomical configuration with only root and only canal (Vertucci type I) oval is the most frequent, with an incidence of 50% to 99,6%. The anatomical configuration 1-2-1 (Vertucci type III) is described as the second most frequent, with an incidence of 0,6% to 33%, although the high prevalence, there are still no studies evaluating the preparation in this specific anatomical condition. Therefore, the aim of the present study was to evaluate the effects resulting from the preparation of root canals with anatomical configuration Vertucci type III of mandibular incisors with systems of mechanical rotating instruments with different heat treatments. Thirty-six extracted mandibular incisors with canals Vertucci type III were selected, matched anatomically using micro-computed tomography (micro-CT) scanning (Skyscan 1174, Bruker-microCT, Kontich, Belgium) with parameters of 50kV, 800 ?A, rotation angle of 0.7 and voxel size of 16,8 ?m, and distributed into 3 groups (n=12) according to the system used in the preparation of the root canal radicular. The first system, the Hyflex CM (HCM [Coltene-Whaledent, Allstäntten, Suíça]), with heat treatments of memory control, increasing its flexibility and resistance to fatigue. The second system, HyFlex EDM (HEDM [Coltene-Whaledent, Allstäntten, Suíça]), manufactured in the process of heat erosion by electrical discharges, optimizing fracture resistance and flexibility. The third and last, Sequence Rotary File (SRF [MKLife, Porto Alegre, RS, Brazil]), with the blue heat treatment, which also provides an increase in flexibility and resistance to fatigue. A passive ultrasonic irrigation (PUI) was performed after preparation with instrument with tip diameter 0,25mm and after preparation with instrument with tip diameter 0,40mm. Then, the teeth were scanned again, using micro-CT, after both preparations, using the same device and the same parameters used for sample selection. After the reconstruction and recording the images obtained, pre and post instrumentation, leaving them in the same position, the canal volume (mm³), the smallest and largest diameter of the buccal and lingual canals, the dentin thickness (mm) were measured to obtain the reduction percentage after instrumentation, the root canal transport and centralization, the percentage accumulated debris and the percentage of untouched areas were measured. Volumetric data were statistically analyzed using the ANOVA and Tukey tests for parametric data and Kruskal-Wallis and Dunn for non-parametric (P<0.05). The increase in volume in the transition from 0,25mm to 0,40mm instrument was more evident in the apical region, being considerable in the three segments evaluated for the HCM and SRF systems. The diameter of the root canal increased in both directions after preparation with instruments with tip diameter of 0,25mm, being greater after preparation of 0,40mm. In the 1mm segment below the apical apex, after preparation with instruments with tip diameter of 0,40mm, the SRF provided a significantly greater reduction in dentin thickness in the buccal wall. The preparation was considered centralized in the mesiodistal direction in all the groups and thirds evaluated. However, there was greater transport in the buccal-lingual direction after both dilations. The preparation with instruments with tip diameter of 0,40mm reduced the percentage of untouched walls in all thirds of the SRF group and in the middle and apical thirds of the HCM group (P<0.5). There was no difference between the systems and the apical region showed the highest percentage of untouched walls. There was no difference between the systems with respect to the accumulation of debris and the cervical third had a lower volume for the three groups. Thus, it can be concluded that the preparation with HCM, HEDM and SRF instruments with diameter tip 0,40mm proved to be effective, leaving a safe dentin remnant, without significant differences regarding the transport and centralization of the roots canals and reducing untouched areas, especially in the apical region, for all systems.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (66 p.) : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectEndodontiapt_BR
dc.subjectCanal radicular - Tratamentopt_BR
dc.subjectOdontologiapt_BR
dc.titleEfeitos da instrumentação mecanizada em canais radiculares de incisivos inferiores com configuração tipo III de Vertuccipt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record