Show simple item record

dc.contributor.advisorCunico, Almir Manoel, 1980-pt_BR
dc.contributor.authorMiiller, Natali Oliva Roman, 1993-pt_BR
dc.contributor.otherGubiani, Éder Andrépt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor Palotina. Programa de Pós-Graduação em Aquicultura e Desenvolvimento Sustentávelpt_BR
dc.date.accessioned2022-01-11T19:51:44Z
dc.date.available2022-01-11T19:51:44Z
dc.date.issued2018pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71721
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Almir Manoel Cunicopt_BR
dc.descriptionCoorientador: Prof. Dr. Éder André Gubianipt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor Palotina, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura e Desenvolvimento Sustentável. Defesa : Palotina, 31/10/2018pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 26-32pt_BR
dc.description.abstractResumo: O objetivo desse trabalho foi determinar a influência de diferentes arranjos de uso e ocupação do solo sobre os atributos de diversidade funcional de peixes de riachos Neotropicais, testando a hipótese de que assembleias de peixes de riachos pertencentes às bacias hidrográficas com maior porcentagem de ocupação antrópica irão apresentar menores valores de diversidade funcional. O estudo foi realizado em 24 riachos de 1ª e 2ª ordens, pertencentes aos rios Pirapó, Piquiri, Paraná III e Iguaçu, que foram agrupados em Preservado, Agropecuário, Urbano e Misto, de acordo com o tipo de ocupação do solo predominante. Riachos com ocupação predominantemente urbana apresentaram maiores divergências funcionais e menores equitabilidades, com dominâncias de traços funcionais adaptados à ambientes alterados (como tolerância a hipóxia, presença de cuidado parental, fecundação interna e dieta invertívora/detritívora). Este grupo foi o que mais se diferenciou do grupo dos riachos preservados, quanto aos índices de diversidade funcional (p=0,02) e traços funcionais (p<0,02). Estes resultados demonstram que a urbanização exerceu maior influência sobre a diversidade funcional das assembleias de peixes quando comparado aos demais arranjos de uso e ocupação do solo. Palavras-chave: Urbanização. Dominância. Divergência funcional.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: The objective of this work was to determine the influence of different land use and occupation arrangements on the functional diversity attributes of Neotropical stream fish, testing the hypothesis that assemblages of fish from streams belonging to the watersheds with the highest percentage of anthropic occupation will have lower values of functional diversity. The study was carried out in 24 first and second orders streams, belonging to the Pirapó, Piquiri, Paraná III and Iguaçu rivers, which were grouped in Preserved, Agricultural, Urban and Multiple Use according to the type of predominant land use. The group of streams with predominantly urban occupation presented higher values of functional divergences and lower values of equitabilities, with dominance of functional traits adapted to the altered environments (such as tolerance to hypoxia, presence of parental care, internal fertilization and invertivore/detritivore diet). This group was the one that most differed from the group of preserved streams, regarding functional diversity indexes (p = 0.02) and functional traits (p <0.02). These results show that urbanization exerted a greater influence on the functional diversity of fish assemblages when compared to other land use and occupation arrangements. Keywords: Urbanization. Dominance. Functional divergence.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (49 p.) : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectAquiculturapt_BR
dc.subjectUrbanizaçãopt_BR
dc.subjectDominânciapt_BR
dc.subjectDivergência funcionalpt_BR
dc.titleInfluência do uso e ocupação do solo sobre a diversidade funcional de peixes de riachos neotropicaispt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record