Show simple item record

dc.contributor.advisorFreitas, Alexandre Coutinho Teixeira de, 1970-pt_BR
dc.contributor.authorBaretta, Arieli Luz Rodriguespt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgicapt_BR
dc.date.accessioned2022-03-17T19:00:33Z
dc.date.available2022-03-17T19:00:33Z
dc.date.issued2021pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71530
dc.descriptionOrientador: Dr. Alexandre Coutinho Teixeira de Freitaspt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica. Defesa : Curitiba, 31/03/2021pt_BR
dc.descriptionInclui referênciaspt_BR
dc.description.abstractResumo: O tratamento cirúrgico da obesidade acarreta importantes alterações na mecânica respiratória. Objetivo - Analisar comparativamente a força muscular respiratória em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica do tipo bypass gástrico por laparotomia e por videolaparoscopia durante o internamento cirúrgico. Métodos - Estudo observacional com delineamento longitudinal não randomizado, de caráter quantitativo. Foram coletados dados de 60 pacientes com índice de massa corporal igual ou superior a 40Kg/m2, candidatos a cirurgia bariátrica e divididos em grupo 1, para os operados por laparotomia (n=30), e grupo 2, para os operados por videolaparoscopia (n=30). Foram excluídos os tabagistas, os pacientes incapazes de executar o exame de forma correta e os portadores de doenças pulmonares prévias. Ambos os grupos foram avaliados no pré-operatório imediato, no primeiro e no segundo dias de pós-operatório através do teste de manovacuometria para a força muscular respiratória e da escala visual analógica de dor. Resultados - A amostra foi homogênea em relação à idade, índice de massa corporal e sexo. Foi observado redução das pressões respiratórias máximas após a cirurgia para os operados por laparotomia, sem retorno aos valores basais no dia da alta hospitalar no segundo dia pós-operatório. Esse grupo também cursou com dor mais intensa e maior tempo cirúrgico. Não houve diferença das medidas de pressão respiratória após a cirurgia no grupo operado por laparoscopia. Conclusões - A cirurgia bariátrica pela via convencional reduz a força muscular respiratória no pós-operatório e cursa com dor mais intensa durante a internação cirúrgica em relação à via laparoscópica.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Surgical treatment of obesity causes important changes in respiratory mechanics. Aim: Comparatively analyze respiratory muscle strength in post bariatric patients underwent to gastric bypass by laparotomy and laparoscopy during hospital stay. Methods: Observational study with a non-randomized longitudinal design, of a quantitative character. Data were collected from 60 patients with BMI >40Kg/m2, divided in laparotomy group (n = 30) and laparoscopy group (n = 30). Smokers, patients with previous lung diseases and those unable to perform the exam correctly were excluded. Both groups were evaluated at immediate postoperative, first and second postoperative days with manovacuometry for respiratory muscle strength and visual analogue pain scale. Results: The sample was homogeneous in age, sex and BMI. Reduction in maximal respiratory pressures was observed after surgery for those operated on by laparotomy, no return to baseline values on discharge day on the second postoperative day. This group had also more severe pain and longer operative time. There was no difference in respiratory pressure measurements after surgery in the laparoscopy group. Conclusion: Conventional bariatric surgery reduces muscle strength in the postoperative period and leads to more intense pain during hospitalization when compared to the laparoscopy group.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (60 p.) : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectCirurgia bariátricapt_BR
dc.subjectLaparotomiapt_BR
dc.subjectLaparoscopiapt_BR
dc.subjectCirurgiapt_BR
dc.titleComparação da força muscular respiratória através da manovacuometria no pós-operatório precoce de cirurgia bariátrica por laparotomia e por videolaparoscopiapt_BR
dc.typeDissertação Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record