Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Dimas Agostinho da, 1954-pt_BR
dc.contributor.authorLanger, Marcelo, 1966-pt_BR
dc.contributor.otherArce, Julio Eduardo, 1968-pt_BR
dc.contributor.otherRocha, Silvana Heidemannpt_BR
dc.contributor.otherBehling, Alexandre, 1987-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2021-07-30T17:13:00Z
dc.date.available2021-07-30T17:13:00Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71397
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Dimas Agostinho da Silvapt_BR
dc.descriptionCoorientadores: Prof. Dr. Julio Eduardo Arce, Profa. Dra. Silvana Heidemann Rocha, Prof. Dr. Alexandre Behlingpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. Defesa : Curitiba, 30/10/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 462-482pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Tecnologia e Utilização de Produtos Florestaispt_BR
dc.description.abstractResumo: Programas, mecanismos e instrumentos (PM&I) existentes para análise e avaliação da sustentabilidade e desenvolvimento sustentável de sistemas de gestão privada e de governança pública, não há modelos de integração das dimensões de sustentabilidade de modo sistemático, objetivo e livre da subjetividade humana. Muitos desses métodos não avaliam os produtos, não são integrados e analisam somente as dimensões de sustentabilidade de modo individual, isolado e com elevada influência dos valores de julgamento pessoal. Não há modelos objetivos para a valoração das ações socioambientais adicionais e de externalidades socioambientais de um produto, do seu valor agregado e da contribuição do produto ao desenvolvimento sustentável local ou global. A motivação desta pesquisa foi desenvolver o índice integrado de sustentabilidade de produto (IISPRO) por diferentes métodos de abordagem e integração. Para esta pesquisa foram consideradas as bases da Avaliação da Sustentabilidade do Ciclo de Vida (ASCV), em produtos florestais; dos PM&I para sustentabilidade e a harmonização de seus indicadores de desenvolvimento sustentável. Os produtos considerados foram Celulose de Fibra Longa de Pinus sp (CKB-FL), Celulose de Fibra Curta Eucalyptus sp (CKB-FC) e a Energia de Biomassa Florestal e Licor de Celulose (EBFL-Puma), desde a produção das mudas até a expedição do produto final em uma organização florestal no estado do Paraná. Para os cálculos do IISPRO foi desenvolvida a escala de performance com base na evolução positiva ou negativa dos dados e indicadores. Com históricos de escalas temporais e espaciais foram calculados os Índice de Performance Ambiental do Produto (IPAP), Índice de Performance Social do Produto (IPSP), Índice de Performance Econômica do Produto (IPEP) e cujo somatório desses índices compõe o IISPRO, sendo "zero" a pior performance e "um" a melhor performance em sustentabilidade. Diante da ausência de modelos de integração das adicionalidades, das externalidades e dos aspectos da sustentabilidade de um produto, foram equacionados cinco modelos de cálculo do IISPRO, que podem ser ajustados às diferentes realidades de cada produto e organização. O IISPRO dos produtos pode ser calculado por um dos seis métodos estabelecidos de abordagem e integração, M1 a M5 GI. Os modelos apresentaram evoluções na qualidade da integração das dimensões em sustentabilidade, o M1permitiu a integração inicial da sustentabilidade; o M2 calculou a integração por meio das áreas de impacto e sustentabilidade; o M3 ajustou as áreas por meio de ponderações; o M4 estabeleceu nova metodologia para cálculo do Valor da Socioambiental Adicional (VASA); o M5 calculou o valor das externalidades socioambiental de um produto e o M5 GI calculou o impacto do produto sobre o desenvolvimento sustentável por meio do índice de impacto gravitacional (GI). Os métodos de cálculo do IISPRO desenvolvidos nesta pesquisa se mostraram eficientes, inovadores e adequados e também permitiram o cálculo da contribuição do produto ao desenvolvimento sustentável, sendo que a CKB-FC apresentou os resultados de maior impacto potencial. Esta pesquisa se constitui em uma primeira abordagem, espera e sugere-se sua continuidade com aprofundamento para a integração das dimensões em sustentabilidade e desenvolvimento sustentável.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Programs, mechanisms, and instruments (PM&I) that exist for analyzing and evaluating sustainability and sustainable development of private management, and public governance systems, there are no models for integrating the dimensions of sustainability in a systematic, objective and free from human subjectivity. Many of these methods do not evaluate the products, are not integrated, and analyze only the dimensions of sustainability in an individual, isolated and highly influenced by the values of personal judgment. There are no objective models for the valuation of additional socio-environmental actions (VASA) and socio-environmental externalities of a product, also, there is no method to calculate the added value and the product's contribution to local or global sustainable development. The motivation for this research was to develop the integrated product sustainability index (IPSI) by different methods of approach and integration. For this research, the bases of the Life Cycle Sustainability Assessment (ASCV) were considered, in forest products; of PM&I for sustainability and the harmonization of its sustainable development indicators. The products considered were Pinus sp Long Fiber Cellulose (CKB-FL), Eucalyptus sp Short Fiber Cellulose (CKB-FC), and the Energy of Forest Biomass and Cellulose Liquor (EBFL-Puma), from seedling production to the shipment of the final product in a forest organization in the state of Paraná. For the IPSI calculations, a performance scale was developed based on the positive or negative evolution of the data and indicators. With historical temporal and spatial scales, the Environmental Product Performance Index (EnPPI), Social Product Performance Index (SoPPI), Economic Product Performance Index (EcoPPI), and the sum of these indices make up the IPSI, being " zero "the worst performance and" one "the best sustainability performance. In view of the absence of integration models for additionalities, externalities, and aspects of the sustainability of a product, five IPSI calculation models were considered, which can be adjusted to the different realities of each product and organization. The IPSI of the products can be calculated by one of the six established methods of approach and integration, M1 to M5 GI. The models showed improvements in the quality of the integration of dimensions of the sustainability, the M1 allowed the initial integration of sustainability; M2 calculated integration through the areas of impact and sustainability; M3 adjusted the areas by weighting; M4 established a new methodology for calculating the Additional Social and Environmental Value (VASA); M5 calculated the value of a product's socioenvironmental externalities and M5 GI calculated the product's impact on sustainable development using the gravitational impact index (GI). The IPSI calculation methods developed in this research proved to be efficient, innovative and adequate. It has allowed also the calculation of the product's contribution to sustainable development, with the CKB-FC presenting the results with the greatest potential impact in all methods. This research constitutes a first approach, it is expected and it is suggested its continuity with deepening for the integration of the dimensions in sustainability and sustainable development.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (575 p.) : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectProdutos florestaispt_BR
dc.subjectIndicadores ambientaispt_BR
dc.subjectDesenvolvimento sustentávelpt_BR
dc.subjectCiclo de vida do produto - Avaliaçãopt_BR
dc.subjectSustentabilidadept_BR
dc.subjectRecursos Florestais e Engenharia Florestalpt_BR
dc.titleAvaliação do ciclo de vida de produtos florestais e subsísios para elaboração de Índice Integrado de Sustentabilidade de Produtos (IISPRO)pt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record