Show simple item record

dc.contributor.authorTres, Andressa, 1990-pt_BR
dc.contributor.otherSeger, Celso Darci, 1963-pt_BR
dc.contributor.otherWendling, William Thomaz, 1950-pt_BR
dc.contributor.otherTetto, Alexandre França, 1974-pt_BR
dc.contributor.otherMilani, Jaçanan Eloisa de Freitas, 1988-pt_BR
dc.contributor.otherUniversidade Federal do Paraná. Setor de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestalpt_BR
dc.date.accessioned2021-07-30T17:18:30Z
dc.date.available2021-07-30T17:18:30Z
dc.date.issued2020pt_BR
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/1884/71388
dc.descriptionOrientador: Prof. Dr. Alexandre França Tettopt_BR
dc.descriptionCoorientadores: Dr. Celso Seger, Prof. Dra. Jaçanan Eloisa de Freitas Milani e Prof. Dr. William Thomaz Wendlingpt_BR
dc.descriptionTese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal. Defesa : Curitiba, 24/11/2020pt_BR
dc.descriptionInclui referências: p. 109-126pt_BR
dc.descriptionÁrea de concentração: Conservação da Naturezapt_BR
dc.description.abstractResumo: Euterpe edulis Mart. é uma espécie do bioma Mata Atlântica, ameaçada de extinção, que apresenta importância ecológica visto que produz uma grande quantidade de frutos que alimentam uma gama diversa da fauna. Estudos sobre a autoecologia de espécies ameaçadas são importantes para entender a relação estabelecida entre a espécie e o seu habitat e, assim, produzir informações úteis para o seu manejo e conservação. Desta forma, o objetivo deste estudo foi verificar as relações existentes entre E. edulis com o ambiente e a avifauna e mastofauna na Reserva Natural Salto Morato, em Guaraqueçaba-PR. Para isso, foram distribuídas nove unidades amostrais em quatro classes de altitudes (< 50, 100, 200 e 400 m) e duas orientações de encosta (sul e leste) onde foram coletados dados sobre a composição florística, atributos químicos do solo, variáveis meteorológicas, monitoramento fenológico e de fauna. Mensalmente, no período de março/17 a fevereiro/20, a fenologia de 44 indivíduos de E. edulis foi monitorada utilizando o índice de intensidade e a contagem do número de cachos. Em cada matriz, foram coletados dados sobre a cobertura de copa, diâmetro à altura do peito (DAP) e amostras de solo para análise de macro e micronutrientes, pH e teor de matéria orgânica. Para o monitoramento de fauna, foram instaladas armadilhas fotográficas visando os cachos e a base dos indivíduos, totalizando um esforço amostral de 83.687 horas de funcionamento. Em cada unidade amostral, foi instalada uma miniestação meteorológica para a coleta dos dados de temperatura e umidade relativa. O método de comparação de séries temporais foi utilizado para a comparação das séries dos dados meteorológicos. Foram identificadas 105 espécies nas unidades amostrais, sendo Myrtaceae a família com maior quantidade de indivíduos. Os solos são ácidos, com teor médio de matéria orgânica e não tiveram influência sobre a quantidade de cachos produzidos por matriz. A temperatura diminuiu com o aumento da altitude e foi menor na encosta sul em relação à encosta leste, enquanto a umidade relativa do ar foi maior na encosta sul. A floração do palmito-juçara ocorreu de setembro a fevereiro e a presença dos frutos maduros ocorreu durante quase todo o ano, com maior intensidade de março a agosto. A altitude apresentou influência na intensidade das fenofases reprodutivas. Altitude e cobertura de copa tiveram correlação negativa com a quantidade de inflorescências e infrutescências produzidas por matriz. Fotoperíodo e temperatura máxima absoluta apresentaram correlação com intensidade de floração e de frutos maduros. Porém, estas variáveis apresentaram correlação direta com a fenofase de floração e inversa com a fenofase de frutos maduros. Penelope e Turdus foram os gêneros com maior quantidade de interações nos cachos do palmito-juçara. Na base do caule do palmito-juçara, o período com frutos apresentou maior quantidade de registros, assim como um aumento da diversidade de espécies da avifauna e mastofauna. Conclui-se que o ambiente apresentou influência na fenologia de E. edulis. Por sua vez, a frutificação de E. edulis influenciou na quantidade e na diversidade de espécies. Esses resultados poderão subsidiar ações de conservação da espécie, além de auxiliar no manejo da Reserva Natural Salto Morato.pt_BR
dc.description.abstractAbstract: Euterpe edulis Mart. is an endangered species of the Atlantic Forest biome. This species has ecological importance since it produces a large number of fruits that feed a diverse range of frugivorous fauna. Studies on the autoecology of endangered species are important to understand the relationship established between the species and the environment and, thus, produce useful information for its management and conservation. The objective of this study was to verify the relations between E. edulis with the environment, meteorological variables and fauna in plots allocated in the Salto Morato Nature Reserve, in Guaraqueçaba-PR. For this, we have allocated nine plots with an area of 1.000 m² in four altitudinal classes (<50, 100, 200 and 400 m) and two slope orientations (south and east). In these plots, we collect data on floristic composition, soil chemical attributes, meteorological variables, phenological monitoring and fauna monitoring. From March/17 to February/20, 44 individuals were monthly monitored using the intensity index and the number of bunches. In each mother tree, we collect data on canopy coverage, diameter at breast height (DBH) and soil samples for macro and micronutrient analysis, pH and organic matter content. For fauna monitoring, we installed camera traps at the height of the bunches and at the base of the individuals, totaling a sampling effort of 83,687 hours of operation. In each plot, we installed a meteorological station to collect the temperature and relative humidity data. The time series comparison method was used to compare the series of meteorological data. We identified 105 species in the plots, with Myrtaceae being the family with the largest number of individuals. The soils were acid and had a medium organic matter content, having no influence on the number of bunches produced per mother tree. Temperature decreased with an increasing altitude and was lower on the southern slope compared to the eastern slope. Relative humidity was higher on the southern slope. The flowering of E. edulis occurred from September to February and the presence of ripe fruits occurred during almost the whole year, with greater intensity from March to August. The altitude influenced the intensity of the reproductive phenophases. Altitude and canopy cover correlated with the amount of inflorescences and infrutescences produced per mother tree. Photoperiod and maximum absolute temperature correlated with flowering and ripe fruits intensity. However, these variables had a direct correlation with flowering and an inverse correlation with ripe fruits. Penelope and Turdus were the genera with the greatest number of interactions in the bunches of E. edulis. At the base of E. edulis, the period with fruits showed a greater number of records than the period without fruits, as well as an increase in species diversity. We concluded that the environment had an influence on the phenology of E. edulis. In turn, the fruiting of E. edulis had a positive impact on the quantity and diversity of fauna in the plots. These results may subsidize species conservation actions, in addition to assisting in the management of the Salto Morato Nature Reserve.pt_BR
dc.format.extent1 arquivo (132 p.) : il. (algumas color.).pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.subjectFenologia vegetal - Guaraqueçaba (PR)pt_BR
dc.subjectÁreas de conservação de recursos naturais - Guaraqueçaba (PR)pt_BR
dc.subjectEuterpept_BR
dc.subjectMata Atlanticapt_BR
dc.subjectMudanças climáticaspt_BR
dc.subjectEcologia florestalpt_BR
dc.subjectReserva Natural Salto Morato (PR)pt_BR
dc.subjectRecursos Florestais e Engenharia Florestalpt_BR
dc.titleAspectos autoecológicos de Euterpe edulis Mart. na Reserva Natural Salto Morato, Guaraqueçaba - PRpt_BR
dc.typeTese Digitalpt_BR


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record